Plantão

Compre no AMAZON, o Site mais seguro mundo!

Os Melhores Preços no AMAZON

20 outubro 2021

Cotado como candidato à Presidência, Pacheco acerta sua filiação ao PSD



O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), bateu o martelo e acertou sua filiação ao PSD, partido do ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicaçõese Gilberto Kassab. O parlamentar mineiro comunicou a sua decisão ao presidente nacional do DEM, ACM Neto, na noite desta terça-feira, 19, em um encontro entre os dois, em Brasília. A filiação de Pacheco deve ocorrer na semana que vem, disse à Jovem Pan um de seus interlocutores.



Segundo relatos feitos à reportagem, pesou na decisão de Pacheco a criação do União Brasil, que surgirá da fusão do DEM com o PSL. O presidente do Senado avalia que essa configuração cria um cenário incerto, uma vez que a nova legenda passará por um processo de reestruturação. A capilaridade do PSD e o fato da bancada mineira no Senado ser formada por dois futuros correligionários (Carlos Viana e Antonio Anastasia) também foramlevados em consideração.



A filiação de Pacheco ao PSD vinha sendo costurada desde o primeiro semestre deste ano. O plano de Kassab, cacique do partido, é lançar o presidente do Congresso como candidato à Presidência da República nas eleições de outubro do ano que vem. Embora o senador ainda não tenha decidido se lançará sua candidatura ao Palácio do Planalto, o fato de ser o único nome aventado em sua nova sigla é visto com bons olhos. No União Brasil, há outros três nomes no radar: o jornalista e apresentador José Luiz Datena, da TV Bandeirantes, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta e o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro – o ex-juiz da Lava Jato também tem sido cortejado pelo Podemos.



Por André Siqueira

Nenhum comentário: