sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Mensagem do Líder político Fabiano de Doca, para familiares, amigos e todos os conterrâneos. LEIA!

Fabiano de Doca e sua esposa Martolania Ferreira
Um momento doce e cheio de significado para as nossas vidas. É tempo de repensar valores, de ponderar sobre a vida e tudo que a cerca. É momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperança que mora dentro de nossos corações. É sempre tempo de contemplar aquele menino pobre, que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale não pelas as riquezas que tem, e sim, por tudo aquilo que faz de bem para o próximo.

Noite cristã, onde a alegria invade nossos corações trazendo a paz e a harmonia.

O Natal é um dia festivo e espero que o seu olhar possa está voltado para uma festa maior, a festa do nascimento de Jesus Cristo dentro na sua vida. Que neste Natal você e sua família sintam mais fortes, que o significado da palavra amor, traga raios de luz para iluminar o seu caminho e transformar o seu coração a cada dia, fazendo que você viva sempre com muita felicidade.

Fidélis de Doca
Também é tempo de refazer planos, reconsiderar os equívocos e retomar o caminho para uma vida cada vez mais feliz. Teremos outras 365 novas oportunidades de dizer à vida, que de fato queremos ser plenamente felizes. Que queremos viver cada dia, cada hora e cada minuto em sua plenitude, como se fosse o último. Queremos renovação e buscar os grandes milagres da vida a cada instante.

Todo Ano Novo é hora de renascer, de florescer, de viver de novo. Aproveite este ano que está chegando, e com fé em DEUS você vai realizar todos os seus sonhos!

Feliz Natal e um próspero Ano Novo!

São os Votos de Fidélis de Doca, Fabiano de Doca e esposa Martolania Ferreira, para os familiares, amigos e todos os conterrâneos. 


Conceição PB Online

Mensagem natalina do vereador Dr. Edvaldo Vieira Ramalho para todo povo de Conceição e Região. LEIA!

Vamos pedir ao menino Jesus que nesse Natal e Ano Novo e muitos outros que estão por vir, nos traga paz, amor, compreensão e muita saúde. Que eu sempre posso representar você com responsabilidade, que seja na tribuna ou em qualquer lugar, eu peço muito a Deus que me oriente com sabedoria, para que eu possa trazer as melhores ideias e projetos para o povo, mas o melhor de tudo isso, são as sementas de bondade que agente planta, para que agente receba bons frutos, fazendo dessa forma, um bom lugar ao lado de Deus é garantido.   

Desejo que Deus esteja sempre no seu caminho. Que os Anjos estejam sempre te protegendo, que tudo de bom possa te acontecer. Que ao receber este pequeno gesto de carinho de minha pessoa, possa lembrar que você é importante, e que nós todos juntos possamos fazer nesse novo ano que está chegando, um governo de responsabilidade e amor ao próximo.

Por algo que não se mede, nem pelo tempo, nem pelo espaço... Mas mesmo com ideias e pensamentos diferentes, peço que todos nós caminhemos lado a lado em busca de um novo dia... Um novo amanhã! Portanto, receba o meu eterno abraço bem apertado e saiba que eu estou sempre aqui para te servir em tudo aquilo que estiver no meu alcance.

Um Feliz Natal e um Venturoso Ano Novo! 

São os votos do vereador Dr. Edvaldo Vieira Ramalho para o povo de Conceição e Região.


Conceição PB Online

Mensagem natalina da Pastora Eneide Ramalho para todo povo de Deus. LEIA!

Precisamos falar, sobre a fé e o amor de Deus. Afinal, o natal não é só feito de presentes.

Nós precisamos parar e pensar sobre o significado do natal que é o nascimento de Jesus Cristo, é mais uma oportunidade para começarmos, um ano novo, realmente novo.

Que neste Natal o Amor de Deus brote no seu coração, e que todos os homens possam provar de seus frutos.

Natal é amor em ação. Toda vez que nós amamos, toda vez que nós damos, é Natal. A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que necessitam, e nos acompanham em nossa caminhada pela a vida. 

Que o Espírito Santo de Deus, traga aos nossos corações a fé inabalável dos que acreditam em um novo tempo de paz e amor. 

Boas Festas, Feliz Natal e Feliz Ano Novo para todos! São os votos da Pastora Eneide Ramalho.

Conceição PB Online

Presidente do TSE diz que não haverá 3º turno, após PSDB pedir cassação de Dilma. LEIA!

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dias Toffoli, disse nesta quinta-feira que a eleição presidencial deste ano é "página virada" para a Justiça Eleitoral e que "não há espaço para um terceiro turno".

As declarações de Toffoli foram feitas pouco depois de o PSDB entrar com um pedido no TSE pela cassação do registro da candidatura da presidente Dilma Rousseff, reeleita em outubro, por abuso de poder político e econômico.

"As eleições de 2014, concluídas no dia 26 de outubro deste ano, para o Poder Judiciário Eleitoral é uma página virada", disse Toffoli em discurso durante a cerimônia de diplomação de Dilma.

O principal partido de oposição também pediu a diplomação do candidato tucano Aécio Neves, derrotado no segundo turno das eleições, como presidente da República.

"Não haverá terceiro turno na Justiça Eleitoral", garantiu Toffoli.

"Que os especuladores se calem. Já conversei com a Corte e é essa a posição, inclusive, do nosso corregedor-geral eleitoral, com quem conversei, e de toda a composição. Não há espaço, repito, para terceiro turno que possa vir a cassar o voto destes 54.501.118 eleitores", acrescentou Toffoli, referindo-se ao número de votos dados a Dilma no segundo turno.

Aécio perdeu para Dilma no segundo turno da eleição presidencial mais acirrada desde a redemocratização.

No pedido ao TSE, os tucanos afirmam que o governo adiou a divulgação de dados desfavoráveis ao governo para beneficiar Dilma e que a presidente usou discursos em cadeia nacional para se promover.

O PSDB também argumenta que a reeleição de Dilma tem "legitimidade tênue" por conta da vitória apertada que a petista conquistou nas urnas.

Aécio recebeu pouco mais de 51 milhões de votos, o equivalente a 48,36 por cento dos votos válidos.

Reportagem de Jeferson Ribeiro

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

7,2 milhões de pessoas ainda passam fome no Brasil, mostra IBGE. LEIA!

Mais de 7 milhões de brasileiros passaram fome em 2013, constatou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no Suplemento da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2013 divulgado nesta quinta-feira, 18. Segundo o documento, no ano passado a insegurança alimentar grave atingia 3,2% (2,1 milhões) dos domicílios, com 7,2 milhões de habitantes, 3,6% do total.

Um em cada quatro lares brasileiros ainda vivia em 2013 algum grau de insegurança alimentar. A pesquisa mostra que, na comparação com 2004, reduziu-se no ano passado o porcentual de brasileiros que passavam fome ou estiveram perto disso. Também cresceu no período a proporção de domicílios com acesso adequado aos alimentos, em quantidade e qualidade. Chegaram a 50,5 milhões de domicílios - mais de três quartos dos 65,3 milhões de residências. Neles, moravam 149,4 milhões de pessoas, 74,2% dos habitantes do País.

A pesquisa usou a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA). Ela considera em segurança alimentar (SA) um domicílio cujos moradores, nos 90 dias anteriores à entrevista, tiveram acesso a alimentos em qualidade e quantidade adequadas e não se sentiram na iminência de sofrer restrição de alimentação. Em Insegurança Alimentar Leve (IL) estão os lares nos quais, no período de referência, foi detectada preocupação com a quantidade e qualidade dos alimentos. A Insegurança Alimentar Moderada (IM) ocorre em residências com restrição na quantidade de comida. E a Insegurança Alimentar Grave (IG) acontece em domicílios nos quais faltam alimentos, atingindo não só adultos, mas também crianças, podendo chegar à fome.

"A redução (de 2004 a 2013) ocorreu no País como um todo, na insegurança alimentar leve, moderada e grave", disse a pesquisadora do IBGE Adriana Araújo Beringuy. "Quando é feita a análise comparando as áreas urbana e rural, constata-se que a urbana segue o padrão do País. No entanto, na área rural, caem as IAs moderada e grave, mas a leve aumenta."

Aumento

A expansão de domicílios particulares em segurança alimentar evoluiu de 65,1% (2004) para 69,8% (2009) e 77,4% (2013). Das três formas de insegurança alimentar, a leve foi a única em que houve aumento no período, de 18% em 2004 para 18,7% em 2009, mas no ano passado caiu para 14,8%. Na moderada, o recuo foi de 9,9% para 6,5% e 4,6%. Na grave, situação que caracteriza a fome, a redução foi de 6,9% para 5% e 3,2%. O IBGE constatou, porém, aumento na IA leve na área rural de 19,5% para 21,4% dos lares (em 2009 e 2013). Houve ainda nessas áreas recuo nas IAs moderada ou grave no período: de 15,6% para 13,9%.

Os números da PNAD mostram que de 2009 para 2013 cresceu de 70,7% para 79,5% o porcentual de lares brasileiros da área urbana em segurança alimentar. Nas regiões rurais, houve queda de apenas 0,1 ponto: de 64,8% para 64,7%. 

A pesquisa também constatou que eram perto de 52 milhões os moradores do Brasil que, em 2013, viveram alguma forma de insegurança alimentar - da preocupação com uma hipotética falta de alimento à situação real de passar fome. Estavam em 14,7 milhões de domicílios, 22,6% do total. Em IA leve, estavam 14,8% (9,6 milhões) dos lares, com 34,5 milhões de habitantes e 17,1% a população. Em IA moderada, havia 4,6% (3 milhões) das residências, onde moravam 10,3 milhões de pessoas, 5,1% dos moradores. 

O recuo nacional em todas as formas de insegurança alimentar ocorrido em 2013, porém, foi desigual. As Regiões Norte e Nordeste apresentaram as maiores proporções dessas situações, respectivamente de 36,1% e 38,1%. São porcentuais consideravelmente maiores dos que foram registrados no Sudeste (14,5%), no Sul (14,9%) e no Centro-Oeste (18,2%). Quando o foco é a insegurança alimentar grave, que caracteriza situações de fome, nortistas e nordestinos têm as maiores proporções: 6,7% re 5,6%. No Centro-Oeste, esse porcentual chegou no ano passado a 2,3%; no Sudeste e no Sul, a 1,9%.

Nordeste

Apesar disso, foi entre os nordestinos que ocorreu o maior aumento na segurança alimentar no período investigado. A PNAD constatou que, de 2004 a 2013, a proporção de lares em situação de segurança alimentar cresceu de 46,4 para 61,9% - 15,5 pontos porcentuais. Depois de apresentar pequeno aumento no porcentual de residências em SA de 2004 (68,8%) para 2009 (69,8%), o Centro-Oeste registrou em 2013 81,8%. Foi um aumento de 12,1 pontos.

O Nordeste permaneceu no ano passado como a região com menor proporção de domicílios em segurança alimentar. Quase metade (44,2%, perto de um em cada dois) das residências em IA estava em 2013 em um dos nove Estados nordestinos. É um porcentual bem maior do que a proporção de domicílios particulares do País situadas neles: 26,2%, um em cada quatro.

O IBGE também constatou que em 2013, em todas as regiões, a proporção de domicílios em segurança alimentar era maior na região urbana que na rural. Trata-se de uma mudança em relação a 2009, quando no Sul e no Centro-Oeste o porcentual de domicílios em SA era menor no meio urbano. No ano passado, a região com maior porcentual de insegurança alimentar moderada ou grave (13,1%) na área urbana, na comparação com as demais , foi a Norte. Na área rural, esse posto ficou com o Nordeste: 20,1%.

"As prevalências de IA na área rural eram maiores que as verificadas nas áreas urbanas", diz o estudo. "Em 2013, enquanto 6,8% dos domicílios da área urbana tinham moradores em situação de IA moderada ou grave, na área rural a proporção foi de 13,9%. Nos domicílios particulares urbanos em IA moderada ou grave viviam 7,4% da população urbana, enquanto nos rurais viviam 15,8% da população rural."

São Paulo em terceiro lugar

Na comparação entre todas as Unidades da Federação, São Paulo, Estado mais rico do País, fica em terceiro lugar em segurança alimentar. De acordo com a pesquisa, 88,4% de seus domicílios estavam nesta situação no ano passado. O primeiro colocado no quesito era o Espírito Santo, com 89,6%, seguido de Santa Catarina, com 88,9%. Com menos da metade de seus domicílios com alimentação assegurada, Maranhão (39,1%) e Piauí (44,4%) ficaram nas duas últimas posições. Mesmo assim, registraram no ano passado aumento na SA, de 3,6 e 3,3 pontos, respectivamente.

Mesmo registrando avanços, todos os Estados nordestinos apresentaram taxas de segurança alimentar inferiores aos 77,4% nacionais em 2013. Com 74,1%, Pernambuco foi o Estado brasileiro que chegou mais perto desse patamar. Na Região Norte, apenas um Estado apresentou proporção de domicílios em SA acima da nacional. Foi Rondônia, com 78,4%.

Roseana Sarney receberá pensão vitalícia de R$ 24 mil reais. LEIA!

 A questão das pensões vitalícias a ex-governadores é controversa,
embora todos os ex-governadores do Maranhão a recebam.

Foto: Geraldo Furtado/Divulgação
O governador em exercício do Maranhão, Arnaldo Melo (PMDB), concedeu pensão vitalícia de R$ 24 mil mensais à ex-governadora Roseana Sarney (também do PMDB), que renunciou ao mandato no último dia 10. O ato está publicado no Diário Oficial do Estado, do último dia 12, dois dias após a renúncia da peemedebista.
“O governador do estado do Maranhão, nas suas atribuições legais, resolve: conceder a Roseana Sarney Murad, ex-governadora do estado do Maranhão, subsídio mensal vitalício, nos termos do art. 45, do Ato de Disposições Constitucionais Transitórias, da Constituição Estadual, conforme consta no Processo 0237470/2014 da Casa Civil”, diz a publicação do DO, assinada por Melo.
A questão das pensões vitalícias a ex-governadores é controversa, embora todos os ex-governadores do Maranhão – ou seus cônjuges, em caso de falecimento – a recebam, como José Reinaldo Tavares, do PSB (que comandou o Estado de 2002 a 2006), e Clay Lago, viúva de Jackson Lago, do PDT (governador de janeiro de 2007 a abril de 2009).
- Sou legalista, cumpro apenas o que manda a lei, e a lei diz que os ex-governadores têm direito à pensão - disse ao GLOBO a viúva de Lago. Ao mesmo tempo em que o artigo 45 do Ato de Disposições Constitucionais Transitórias, da Constituição Estadual, citado na publicação do DO, garante o benefício, o Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), em decisões de julho de 2003 e abril de 2007, rejeitou o dispositivo – entendimento que também tem sido adotado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
No Maranhão, a ação no TJ-MA que culminou com a rejeição da pensão é do advogado Márcio Endles, representando na ocasião a então deputada Helena Heluy (PT), contra a concessão de aposentadoria ao ex-governador José Reinaldo, que entrou com pedido de aposentadoria vitalícia referente ao primeiro período em que foi chefe do Executivo estadual, de abril a dezembro de 2002.
Adversários políticos da ex-governadora Roseana Sarney informaram que vão recorrer à Justiça contra a concessão da aposentadoria vitalícia, tanto para ela como para os outros ex-governadores.
No início deste mês, o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), que encerrará seu mandato no próximo dia 31, ganhou da Assembleia Legislativa baiana o direito de também receber uma aposentadoria vitalícia no valor de R$ 19,3 mil.
Agência O Globo

Troca não é garantida: PROCON alerta que consumidor deve combinar com logista. LEIA!

As tradicionais trocas de presentes que, geralmente, ocorrem depois das compras de Natal não são asseguradas pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC), salvo se o produto apresentar defeito ou que o serviço seja oferecido pelo lojista. A informação é do secretário do Procon-JP, Helton Renê, que orienta os consumidores a ficarem atentos às regras de cada estabelecimento comercial para não ter problemas. Segundo Helton Renê, o lojista não é obrigado a fazer a troca simplesmente porque o presenteado não se agradou do modelo, da cor ou do tamanho, salvo se houver um acordo, por escrito, entre o consumidor e o comerciante, que garanta esse direito. 

"Nesse caso, se a troca posteriormente não for efetivada, o lojista responde por prática inflativa - publicidade abusiva", afirmou o secretário do Procon-JP, adiantando que s infração é passível de multas - que vão de 200 a 3 milhões de UFIRS - à suspensão da atividade.Helton Renê informou ainda que, de acordo com o CDC, Lei 8.078/90, o caso de troca de mercadorias, inclusive presentes, só é garantido se o produto apresentar defeito. Com isso, a mercadoria deverá ser encaminhada à assistência técnica e ser reparada em até 30 dias. 

Caso o problema não seja resolvido, explica o secretário do Procon-JP, o lojista é obrigado a fazer a troca por um outro de igual valor ou devolver o dinheiro corrigido.Com objetivo de divulgar as normas sobre a troca de presentes e informar cada vez mais os consumidores de João Pessoa sobre seus direitos e deveres, Helton Renêr recentemente utilizou as redes sociais para passar uma dica sobre o assunto para que o nem o consumidor nem a pessoa presenteada saiam prejudicados durante as compras deste final de ano.

Clickpb

Justiça determina a reabertura imediata da UTI Pediátrica do Hospital de Trauma de João Pessoa-PB. LEIA!

Justiça determina a reabertura imediata da UTI Pediátrica do Hospital de Trauma de JP Foto: Walla Santos
O juiz João Batista Vasconcelos, da 6a Vara Civil de João Pessoa, determinou nesta quarta-feira (17) que a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica do Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, seja reaberta imediatamente. Na última segunda-feira (15), o Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) e o Ministério Público Estadual (MPE) realizaram vistoria no hospital e constataram o não funcionamento da unidade. O MPE ingressou com ação civil pública no mesmo dia.
A determinação da Justiça intima o Estado da Paraíba, na pessoa de seu representante legal, o diretor do hospital, e o Secretário de Saúde do Estado. O não cumprimento da decisão acarreta em aplicação de multa de R$ 1 mil por cada dia de atraso, atribuindo responsabilidade pessoal, criminal e civil aos promovidos pelos possíveis danos a serem sofridos pela sociedade em caso de retardamento do cumprimento da decisão judicial.
De acordo com o diretor de fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa, a unidade foi sendo fechada progressivamente, ficando o hospital sem leitos e equipamentos destinados aos cuidados intensivos de crianças vítimas de traumatismos ou outros quadros de saúde que necessitem de assistência ventilatória contínua e cuidados de maior complexidade.
João Alberto acrescentou a preocupação do CRM com o fechamento da UTI. "Já há uma carência muito grande de leitos de UTI pediátrica no Estado. Além disso, os pacientes que vão para o hospital de Trauma e os profissionais que lá trabalham ficam em uma situação difícil e perigosa. Diante de um paciente grave, os profissionais não dispõem dos leitos de UTI pediátrica e esta criança teria que ser removida, o que é perigoso e põe em risco a sua vida", completou.
Denúncia de médicos
A vistoria do CRM-PB e MPE na última segunda-feira (15) foi motivada por denúncias de vários médicos que informaram os órgãos sobre a desativação dos leitos da UTI pediátrica e de como esta medida comprometia a qualidade do atendimento prestado às crianças. No entanto, em nota à imprensa, na segunda-feira, o diretor técnico do hospital, Edvan Benevides, informou que o hospital nunca teve UTI pediátrica.
Segundo João Alberto Pessoa, a UTI pediátrica do hospital não atendia a algumas exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e, portanto, não recebia recursos como uma unidade deste porte. Mas a unidade funcionava como um setor de atendimento avançado. Médicos e os demais profissionais de saúde do hospital confirmaram que a unidade funcionava e a própria sinalização interna do hospital nomeava o setor como UTI pediátrica.

ClickPB com Assessoria

TSE realiza cerimônia de diplomação de Dilma Rousseff e Michel Temer nesta quinta. LEIA!

Nas eleições presidenciais, quem tem competência para realizar a diplomação dos eleitos é o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e o diploma é assinado pelo presidente do Tribunal. A diplomação da presidente reeleita, Dilma Rousseff, e de seu vice, Michel Temer, está marcada para as 19h desta quinta-feira (18) e será realizada em sessão solene no plenário do TSE.
Catorze autoridades comporão a mesa de honra do plenário do Tribunal. O presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, fará a abertura da cerimônia e designará dois ministros do Tribunal para conduzirem os diplomandos ao Plenário.
O presidente do TSE ocupará o lugar de honra na mesa, sendo que à sua esquerda se sentarão Dilma Rousseff e Michel Temer e, à sua direta, ficará o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski. A partir de então, todos os participantes da solenidade ouvirão o Hino Nacional, que será executado pela Banda dos Fuzileiros Navais.
Em seguida, o ministro Dias Toffoli lerá e entregará os diplomas à presidente reeleita e, em seguida, ao seu vice. Depois, a presidente da República irá proferir o discurso de diplomação. E, por fim, o presidente do TSE discursará e encerrará a sessão solene.
Os mais de 700 convidados assistirão à cerimônia no próprio Plenário, nos auditórios I e III da Corte, que disporão de telões com transmissão ao vivo da sessão solene, e no foyer do Tribunal, que contará com televisões. A solenidade também será transmitida em tempo real pela TV NBR, TV Justiça e no Portal do TSE na internet.
Os diplomados receberão os cumprimentos no Salão Nobre da Corte, localizado ao lado do Plenário.
Calendário eleitoral
Os eleitos no pleito de outubro de 2014 devem ser diplomados pela Justiça Eleitoral até o dia 19 de dezembro, conforme determina o calendário eleitoral para as eleições gerais deste ano. A diplomação é um ato formal que encerra o processo eleitoral. O diploma recebido é um documento indispensável para que o eleito tome posse no seu cargo e legitima e autoriza o ato da posse.
Nas eleições para governador e vice-governador, senador, deputado federal, deputado estadual e deputado distrital, quem tem competência para realizar a diplomação são os respectivos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).
Nos diplomas, devem constar o nome do candidato, a indicação da legenda do partido ou da coligação sob a qual concorreu, o cargo para o qual foi eleito ou a sua classificação como suplente e, facultativamente, outros dados a critério da Justiça Eleitoral.
Clique aqui para ler no glossário disponível no portal do TSE as definições de diplomação e diploma eleitoral.

FONTE: TSE

Invista nos hábitos que dão mais saciedade. LEIA!

Evite os lanchinhos fora de hora e exageros nas refeições.
Muitas vezes, paramos para comer só quando estamos morrendo de fome e acabamos comendo mais do que deveríamos. Outras vezes, enchemos o prato de delícias e fazemos a refeição com gosto, porém, poucas horas depois, sentimos fome novamente. Essas situações são sinal de que o cérebro não está processando a sensação de saciedade como deveria.
Além de uma alimentação balanceada, alguns hábitos à mesa também devem ser adotados para que você se sinta satisfeito em todas as refeições - e por muito mais tempo. Veja os que os especialistas recomendam!
Veja menos TV
Uma pesquisa feita pela área de medicina da Faculdade de Harvard, nos Estados Unidos, descobriu que pessoas que ficam muito tempo na frente da televisão engordam mais.
Isso acontece porque, quando estamos vendo TV, nosso metabolismo descansa e, por isso, precisa de menos energia para se manter ativo. Logo, nosso corpo queima menos calorias. De acordo com o nutrólogo Roberto Navarro, ficar muito tempo na frente da TV também diminui o tempo disponível para fazermos alguma atividade física, contribuindo para o sedentarismo.
Coma devagar
A sensação de saciedade, ou seja, de que estamos satisfeitos, é enviada pelo cérebro ao nosso corpo. Essa mensagem, no entanto, leva de 15 a 20 minutos para ser processada pelo sistema nervoso. "Quem come rápido, acaba consumindo mais do que deveria, pois não dá o tempo adequado para a percepção da saciedade pelo cérebro", diz o nutrólogo Roberto Navarro. Por isso, é melhor comer com calma e mastigar bem os alimentos. Além de ser bem mais saudável, essa prática ajuda no controle do peso.
De acordo com a nutricionista do Dieta e Saúde, Roberta Stella, "mastigar bem os alimentos também poupa os órgãos do sistema digestivo de um grande esforço para o processo de digestão, evitando desconfortos após as refeições".
Não coma distraído
Comer ao mesmo tempo em que está fazendo outra atividade - como ver televisão ou falar no telefone - é um perigo para a sua dieta. De acordo com a nutricionista Roberta Stella, cores, texturas e sabores fazem parte dos alimentos. 
"Quando não prestamos atenção na quantidade de alimentos que colocamos no prato e nos envolvemos com uma atividade paralela, tendemos a comer mais do que realmente seria necessário", afirma o nutricionista Roberto Navarro. Por isso, reserve um tempo para sua refeição e preste atenção em cada garfada.

Coma de três em três horas
De acordo com a Roberta Stella, passar longos períodos em jejum diminui o metabolismo e faz com que você exagere na refeição seguinte.
Fora que, quando comemos, também estamos gastando energia. Mastigação, deglutição, digestão, absorção e mesmo o transporte de cada nutriente até as nossas células dependem de energia. "Quem come até seis vezes ao dia em quantidades adequadas para cada horário, consegue gastar até 10% da energia que precisa ser desencadeada em um dia", diz o nutrólogo Roberto Navarro.
Aposte nos alimentos que aumentam a saciedade
Sabe quando você come um prato de macarrão, sente-se estufado logo após a refeição, mas minutos depois já está com fome? Os carboidratos simples são alimentos com digestão rápida, que pouco contribuem para saciar a fome.
Por isso, é importante investir em nutrientes que têm o poder de te deixar com a sensação de "satisfeito" por muito mais tempo, evitando a fome e a necessidade de lanchinhos fora de hora. Exemplos de alimentos são arroz e feijão, queijos e damasco. Confira a lista completa aqui.
Coma sempre no mesmo horário
Quando você programa as suas refeições para o mesmo horário todos os dias, está acostumando o seu corpo a precisar de energia apenas no horário próximo à refeição. Estipulando a hora certa para comer, o seu organismo "sabe" quando precisará de energia de novo e trabalha com a energia fornecida na última refeição, sem armazenar - evitando quilos a mais -, e nem usar demais - evitando que a fome chegue mais cedo.
Refeições com suco ou refrigerante
Exagerar nos copos de suco ou refrigerante nas refeições provoca uma sensação de "estufamento" momentânea. Além de não consumir a quantidade adequada de alimentos, o que dá fome mais depressa, você ainda dificulta o processo digestivo. Caso você não consiga dispensar as bebidas durante as refeições, limite-se a um copo.

Minha Vida

Colisão de dois carros entre Bonito de Santa Fé e Conceição, deixa 6 pessoas feridas. LEIA!

DSC_1364Um acidente entre dois carros deixou seis feridos por volta de 14h20 desta quarta-feira (17), no quilômetro 65 da Rodovia PB-400. A colisão aconteceu no Sítio Alegre (entre Bonito e Conceição) a quatro quilômetros da cidade de Bonito de Santa Fé.
Uma guarnição da Polícia Militar, comandada pelo sargento Franciel Moreira, esteve no local. Segundo informações, duas das vítimas (Valdenora Maria e Antônia Barbosa) foram socorridas para o hospital de Bonito de Santa Fé. Outras quatro (Adriano Batista, Francisco Vicente, Gabriel Gomes e Kleberson Tavares) foram socorridas por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Uma delas foi atendida no hospital de São José de Piranhas e as outras foram encaminhadas para o Hospital Regional de Cajazeiras com ferimentos e escoriações pelo corpo.

O Fiat vermelho trafegava no sentido Bonito/Conceição e o outro branco, pertencente a rede de lojas Casa Gonçalves, retornava de Mauriti-CE, onde estava fazendo publicidade, para a cidade de São José de Piranhas. Segundo a Polícia, o motorista do carro vermelho não tinha a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
Minutos depois do acidente o proprietário da Casa Gonçalves, Luiz Gonçalves, esteve no local e prestou toda a assistência necessária às vítimas do acidente de trânsito, assim como tratou de tranquilizar as famílias dos envolvidos no sinistro.
Radar Sertanejo

TSE nega por unanimidade, provimento do recurso que pedia a volta de Miguel Estanislau e Prefeita de Boa Ventura é mantida no cargo. LEIA!

Durante julgamento na noite desta quarta-feira (17), a Corte do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), apreciou o recurso contra decisão que cassou o mandato do ex-prefeito Miguel Estanislau Filho (PMDB) de Boa Ventura.

O resultado foi finalizado com 7 votos a favor de manter cassado, o baventurense. Após a divulgação do resultado, uma grande manifestação por parte dos correligionários da atual prefeita Leonice Lopes, tomou conta do centro da cidade. 

Miguel teve o seu mandato cassado, baseado no não recolhimento de contribuições previdenciárias patronais, quando ele presidiu a Câmara Municipal.

Diamante Online

Insegurança alimentar cai no Brasil, mas ainda atinge 52 milhões, mostra IBGE. LEIA!

Esse percentual era 29,5% em 2009 e 34,8% em 2004, anos anteriores da pesquisa.
O número de domicílios em situação de insegurança alimentar no Brasil  continua caindo, mas ainda existem cerca de 52 milhões de brasileiros sem acesso diário à comida de qualidade e na quantidade satisfatória. Segundo o suplemento de Segurança Alimentar da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2013, divulgado hoje (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), dos 65,3 milhões de domicílios registrados, 22,6% estavam em situação de insegurança alimentar. Esse percentual era 29,5% em 2009 e 34,8% em 2004, anos anteriores da pesquisa.
Dos 14,7 milhões de domicílios com algum tipo de insegurança (22,6%), em 9,6 milhões (14,8%) moravam 34,5 milhões de pessoas (17,1%) da população residente em domicílios particulares em situação de segurança alimentar leve. Nesses lares havia a preocupação quanto ao acesso aos alimentos no futuro. Os domicílios com moradores vivendo em situação de insegurança alimentar moderada representavam 4,6% do total. Ao todo 10,3 milhões de pessoas nessa situação ou 5,1% conviviam com limitação de acesso quantitativo aos alimentos. A prevalência de domicílios com pessoas em situação de insegurança alimentar grave era 3,2%. Em números absolutos, 7,2 milhões de pessoas ou 3,6% dos moradores de domicílios particulares reportaram alguma experiência de fome no período investigado. Em 2009, esse percentual era 5% e em 2004, 6,9%.
O estudo mostra também que a prevalência dos três níveis de insegurança alimentar caíram entre 2009 e 2013. O número de famílias em situação de segurança alimentar aumentou cerca de oito pontos percentuais em quatro anos ao alcançar 77,4% dos domicílios em 2013. Aproximadamente 150 milhões de pessoas tinham acesso regular e permanente a alimentos de qualidade em quantidade suficiente, segundo o estudo.
De acordo com a pesquisa, a área rural concentrava o maior número de domicílios com indivíduos em situação de insegurança alimentar: 35,3% (13,9% moderada ou grave). Na área urbana, esse percentual era 20,5% (6,8% moderada ou grave). Em 2009, o índice foi 43,7% e 29,3%, respectivamente. Nos domicílios particulares urbanos em situação de insegurança alimentar moderada ou grave viviam 7,4% da população urbana, enquanto nos domicílios rurais moravam 15,8% da população.
Em relação às regiões do território nacional, o Norte e o Nordeste tinham o maior número de domicílios com pessoas em situação de insegurança alimentar (36,1% e 38,1%, respectivamente) no ano passado. Nas demais regiões esse percentual não chegou a 20%. O Sudeste apresentou o menor índice, 14,5%. Norte e Nordeste também concentravam os maiores percentuais de domicílios com pessoas em situação de insegurança alimentar grave (6,7% e 5,6%). No Sul e Sudeste, a prevalência ficou em 1,9% e 2,3%. Por outro lado, entre 2004 e 2013, o incremento mais expressivo do percentual de domicílios com pessoas comendo bem foi identificado no Nordeste (15,5 pontos percentual), com aumento de 46,4% para 61,9%.
O Espírito Santo foi o estado com o maior índice de segurança alimentar (89,65%), seguido de Santa Catarina (88,9%) e São Paulo (88,4%). As unidades da Federação com as menores prevalências foram: Maranhão (39,1%) e Piauí (39,1%), onde menos da metade dos domicílios particulares tinha alimentação assegurada, apesar do aumento de 3,6 e 3,3 pontos percentuais. No Nordeste, todos os estados apresentaram taxas inferiores à média nacional (77,4%). Na Região Norte, apenas Rondônia registrou prevalência de segurança alimentar acima da média nacional, 78,4%.

Agência Brasil

Relatório do Senado inclui Vale do Piancó na transposição do São Francisco. LEIA!

O custo total estimado aumentou de R$ 4,2 bilhões para R$ 8,2 bilhões.
A comissão externa do Senado que acompanha os programas de transposição e revitalização do Rio São Francisco apresentou nesta quarta-feira (17) o relatório final dos seus dois anos de funcionamento. O texto do senador Humberto Costa (PT-PE) destacou a contribuição do Senado na articulação entre o governo federal, os órgãos de controle e as empresas envolvidas na execução das obras.
Sugestão do senador paraibano Cícero Lucena (PSDB) acatada por Humberto garante a inclusão do novo ramal da transposição para atender a Paraíba. Trata-se do canal do Vale do Piancó. “Fundamental para garantir o abastecimento d’água de uma das regiões que mais sofrem com a estiagem. Já recebemos a confirmação do ministro, incluímos no relatório do Senado e vamos seguir acompanhando”, disse Cícero.
-Acompanhamos o período em que as obras estavam paralisadas, foi aí que sugerimos a criação da comissão. Naquele instante cobramos sua conclusão e iniciamos a fiscalização na aplicação dos recursos. “Minha torcida é que o governo conclua essa obra que já consumiu muitos recursos, e já esgotou o prazo previsto para entrega”, lembrou Cícero.
Para identificar os principais problemas e propor soluções para acelerar o andamento dos programas, a comissão reuniu-se em nove ocasiões, realizou diversas audiências públicas nas quais mobilizou várias instituições e visitou as obras associadas ao projeto.
O relator ressaltou que, na ocasião em que o plano de trabalho da comissão foi aprovado, previa-se a construção de centenas de quilômetros de canal em dois eixos: Leste e Norte. Era o início de novembro de 2012, quando boa parte das obras estava paralisada e o projeto tinha andado apenas 43%.
Atualmente, segundo o Ministério da Integração Nacional, 68,7% das obras estão concluídas. A contratação de mão de obra e máquinas em serviço em operação nas frentes de serviço é de 100%. Neste momento mais de 11 mil trabalhadores fazem parte da empreitada.

Projeto
O projeto tem 477 quilômetros de obras lineares, quatro túneis, 14 aquedutos, nove estações de bombeamento e 27 reservatórios. As obras iniciadas em 2007, com previsão para serem concluídas em três anos, devem ser finalizadas em dezembro de 2015. O custo total estimado aumentou de R$ 4,2 bilhões para R$ 8,2 bilhões.
Em outubro foi iniciada a fase de testes da primeira estação de bombeamento. O objetivo é levar a água do Rio São Francisco a 12 milhões de pessoas em quatro estados nordestinos: Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba.

Assessoria

IMAGENS FORTÍSSIMAS! Veículo com 04 ocupantes entra embaixo de caminhão e ninguém sobrevive. LEIA!

Neste último final de semana um grave acidente envolvendo um veículo de passeio e um caminhão deixou 04 pessoas mortas na Rodovia Dom Gabriel, sentido Itupeva/Jundiaí em São Paulo. 

Segundo informações, por motivos ainda desconhecidos o veículo Celta colidiu com a traseira do caminhão na altura do km 63 matando na hora os 04 ocupantes. Com a violenta batida, o veículo parou embaixo do caminhão. As vítimas foram identificadas como Wagner Bossigner de 46 anos que conduzia o carro, Reinaldo Lopes do Vale de 39 anos, Rogério Cipriano de 36 anos (taxista conhecido em Itupeva pelo apelido de Buça) e Alessandro Marques da Silva de 33 anos. Já o motorista do caminhão saiu ileso do acidente. 

Os corpos foram retirados e encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí. Durante o resgate dos corpos e retirada dos veículos envolvidos a estrada que liga Itupeva a Jundiaí ficou interditada forçando os motoristas a transitar por uma estrada alternativa. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Jundiaí. 

Repórter Cidades / Plantão Policial:: Jerry Mesquita.

ATENÇÃO! AS IMAGENS SÃO FORTES, E NÃO SE RESPONSABILIZAMOS POR ELAS! E SÃO PROIBIDAS PARA MENORES DE 18 ANOS! CASO QUEIRA VISUALIZAR MELHOR, CLIQUE EM CIMA DA FOTO!

ATENÇÃO CUIDADO!!!

Paraibana é vencedora na Olimpíada Brasileira de Língua Portuguesa. LEIA!

A estudante paraibana Dayane de Sousa Pereira Silva foi uma das vencedoras da categoria Memórias Literárias na Olimpíada Brasileira de Língua Portuguesa, que em 2014 teve o tema 'Escrevendo o Futuro'. O anúncio dos vencedores ocorreu no início da noite desta quarta-feira (17), numa solenidade em Brasília.
Dayane, que estuda o 7º ano na Escola Municipal de Ensino Fundamental Ana Maria Gomes, no município de Picuí, na Borborema, e foi orientada pela professora Valkíria Muniz Ferreira. O trabalho vencedor foi 'Memória de uma Maldita', que retrata o drama das pessoas que sofrem pela seca no Sertão.
A Paraíba concorria com outros três finalistas na Olimpíada: Éricka Vieira Tavares, Bruno de Sousa Justino e Felipe Augusto Silva Nascimento. No total, 3.968 alunos de 1.223 escolas paraibanas se inscreveram, apoiados por 2.191 professores. Na fase inicial, os paraibanos concorreram diretamente com outros alunos dos estados de Alagoas, Bahia, Pernambuco e Sergipe.
Entre os finalistas paraibanos, dois foram classificados na categoria Poemas, mais um na Crônicas e mais um na Memórias Literárias. Apenas a categoria Artigo de Opinião não tem paraibano entre os finalistas. Dentre os finalistas três alunos estão matriculados em escolas municipais de Jacaraú, Nazarezinho e Picuí e um de escola estadual, em Campina Grande.
G1 PB

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Conselho Regional de Medicina denuncia emissão de atestados falsos na Paraíba. LEIA!

A prática é crime e funcionário que forjar o documento pode ser demitido por justa causa.
O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) constatou a falsidade de 20 atestados médicos, apenas no último mês de novembro deste ano. Diversas empresas têm entrado em contato com o Conselho solicitando a veracidade dos atestados recebidos por seus funcionários e, após averiguação do CRM-PB, está sendo constatada a falsificação. O Departamento de Fiscalização do CRM já denunciou a prática à Polícia Federal e à Delegacia de Defraudações e Falsificações.

“A emissão de atestado infringe a legislação penal brasileira e, portanto, é crime. O funcionário que forja este documento e o apresenta à empresa que trabalha pode ser demitido por justa causa. O CRM-PB está preocupado com a grande quantidade de denúncias e comprovação de falsidades. Pode haver um grupo especializado nesses crimes”, afirmou o diretor do Departamento de Fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa.

Ele relata que constam nos atestados recebidos para apuracão do Conselho falsificações do carimbo do médico, do número do CRM, da assinatura, além de rasuras para aumentar o número de dias do atestado. “Esses são casos de polícia, de falsificação de documento. É preciso que a polícia investigue. Neste mês de novembro tivemos uma demanda alta de atestados falsos, com carimbos alterados e preenchidos em guias de hospitais públicos”, disse João Alberto.

O diretor de Fiscalização acrescenta que, após o CRM receber as denúncias das empresas, convoca os médicos, verifica a veracidade das informações e, muitas vezes, a falsidade é clara, pois a letra não condiz, ou o médico não atende no local informado, ou não usa o carimbo apresentado no atestado, dentre outras falsificações.

O atestado médico é uma declaração simples e por escrito, dado por um profissional de Medicina, regularmente inscrito no Conselho competente e deve ter os requisitos que lhe conferem validade, atestando a realidade da constatação feita pelo médico para as finalidades previstas em lei e a exigência da veracidade.
 
Assessoria