Plantão

Compre no AMAZON, o Site mais seguro mundo!

Os Melhores Preços no AMAZON

06 maio 2021

Por João Filho: MAIS DE UM ANO DE ENFRENTAMENTO À COVID-19: POLITICAGENS E REALIDADE

Há um ano, nesta mesma data passada, eu dava minha opinião sobre "o fique em casa", ou o "isolamento social" versus o distanciamento físico necessário e a tomada de todas as precauções e proteções orientadas durante da Covid-19. 

Procurei o equilíbrio e a busca da compreensão quanto a situação de cada grupo social.  

De lá para cá, seguiu-se as politicagens: Se o Governo Federal  defende uma posição ou um tratamento, a "Oposição" ficará no outro extremo. 

Durante mais de uma ano não conseguiram equilibrar SAÚDE E ECONOMIA. Não se conscientizaram de que pessoas morrem de doença e morrem de fome... e que as duas coisas juntas, trazem o caos. 

A Oposição, representada, em sua maioria, por políticos que o tempo todo fizeram campanha para 2022, junto a governadores e prefeitos respaldados pelo STF, só concordaram em uma coisa com o Governo Federal: a liberação de recursos para os variados usos, seja no combate à doença, remédios (só os "cientificamente comprovados" rsrssrs), aparelhos, hospitais de campanha, contratos para a compra de vacinas, insumos etc... Bilhões e bilhões! 

As opiniões equilibradas permanecem, justamente por terem a qualidade de evitarem os extremos, por isso não precisam, a toda hora, estar mudando via decretos e fazendo um verdadeiro "puxa e  encolhe" com as medidas de combate ao Corona-vírus.  

Veja como me posicionei há 1 ano: 

"Idiotice sua achar que tem quem seja contra o "isolamento"... [Esse "isolamento social, hoje, avançou, no meu entendimento, 

 para o "distanciamento" físico e, portanto, social com base nos usos das medidas de proteção recomendadas]. 

Idiotice sua achar que todos podem se isolar...

Idiotice sua medir a situação dos outros pela sua...

idiotice minha se achasse que, como estou em "isolamento", todos podem fazer o mesmo e do mesmo jeito... ora, eu estou recebendo salário integral para estar em "isolamento"... e trabalho em casa no tal "home office, quem mais está? 

CADA CASO, UM CASO... RESPEITE AS REALIDADES DIVERSAS E, CASO TENHA QUE SAIR DE CASA, SIGA TODAS AS RECOMENDAÇÕES POSSÍVEIS!"

OBRIGADO!



Da Redação


Nenhum comentário: