Últimas Notícias

‘Porque no áudio não tem a pergunta do repórter de O Globo?’, questiona jornalista

O jornal O Globo divulgou no domingo (23) um áudio com a voz do presidente Jair Bolsonaro, durante uma coletiva de imprensa em visita à Catedral de Brasília.

Na matéria, O Globo afirma que “Bolsonaro ameaça repórter após ser perguntado sobre depósitos a Michelle”. Contudo, o jornal não divulgou a pergunta feita por seu repórter ao presidente.

O coerente seria o jornalista ter divulgado o áudio completo.

Alguns fatos indicam que o repórter não fez uma pergunta, mas uma provocação.

O jornalista Rodrigo Constantino, sobre o assunto, comentou o fato em sua conta no Twitter nesta segunda-feira (24):

“Então quer dizer que o ‘jornalista’ antes provocou o presidente, dizendo que ele iria receber visita da filha na prisão?! Então foi tudo armado para produzir esse resultado? Então é assim que se faz ‘jornalismo’ pelo padrão Globo? Como fica pra turma da lacrosfera?”, questionou Constantino.

Completou o jornalista, ainda: “Insisto num ponto: todos os jornalistas, com raras e honrosas exceções, estão aceitando sem questionamento a PREMISSA de que o colega do Globo simplesmente fez uma pergunta de boas e recebeu a bordoada. Mas ONDE está a prova? Por que acreditar nele? Provocou ou não antes?”

O presidente Bolsonaro se manifestou sobre o fato na segunda-feira, através do Twitter, lembrando que “há pelo menos 10 anos o sistema Globo me persegue e nada conseguiram provar contra mim.”

Continuou, ainda: “Agora aguardo explicações da família Marinho sobre a delação do ‘doleiro dos doleiros’, onde valores superiores a R$ 1 bilhão teriam sido repassados a eles.”, escreveu Bolsonaro, fazendo referência ao doleiro Dario Messer, que em 12 de agosto, em um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro (MPF-RJ), afirmou ter repassado dólares em espécie para a família Marinho, dona da Rede Globo, diversas vezes.

Terça livre

Comente aqui com o Facebook: