Plantão

Bolsonaro fala em pôr nas ‘quatro linhas’ quem estiver fora delas



O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta sexta-feira, 1º, que as Forças Armadas são o último obstáculo para o socialismo no Brasil e disse ser necessário colocar dentro das “quatro linhas” da Constituição quem estiver fora delas.


As declarações foram dadas ao discursar na cerimônia de posse do novo ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, em um evento restrito e que contou com os comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica.


“Os fatos nos últimos anos bem demonstram a todos que as Forças Armadas são o último obstáculo para o socialismo no Brasil”, declarou.

Bolsonaro prosseguiu: “O que a todos aqui interessa é o cumprimento da Constituição. Não é apenas jogar dentro das quatro linhas, se preciso for fazer com que quem esteja fora delas venha para dentro deste campo”.


Segundo o presidente, “é neste campo que nós podemos garantir a nossa democracia e a nossa liberdade”.


“Poucos, que podem bastante e querem fazer valer a sua vontade acima das leis, têm que saber que eles não podem tudo. O que está em jogo para todos nós aqui presentes é algo mais valioso do que a nossa própria vida, que é a nossa liberdade.”


“Jamais podemos nós ousar imaginar dois, três anos à frente, volver seus olhos para o passado e se perguntar: ‘O que eu não fiz para que chegássemos a este ponto’.”


Revista Oeste

Nenhum comentário: