Plantão

Moraes acata pedido do TSE e compartilha provas contra Bolsonaro



O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes autorizou nesta quarta-feira (9) o compartilhamento de provas do inquérito contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) sobre o vazamento de dados com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 



Nesta terça-feira (8), o corregedor do da Corte eleitoral, ministro Mauro Campbell, solicitou acesso às provas obtidas no inquérito contra o presidente pelo vazamento de informações sobre uma tentativa de ataque hacker aos sistemas do TSE.

Na decisão, Moraes afirmou ver “pertinência” no requerimento. Campbell pretende usar as provas na investigação administrativa aberta pelo TSE para apurar ataques de Bolsonaro ao sistema eletrônico de votação. “Os elementos de prova colhidos nesta investigação interessam ao Tribunal Superior Eleitoral, que, no âmbito de suas competências, têm atribuição para apurar e requerer medidas em face dos fatos investigados”, escreveu Moraes.


A Corte eleitoral instaurou uma investigação sigilosa após o presidente fazer uma live em que afirmava que provaria supostas irregularidades nas urnas eletrônicas, o que não ocorreu. No ano passado, a Corregedoria do TSE já havia solicitado provas do inquérito das fake news para aprofundar a investigação.


Terra Brasil Notícias

Nenhum comentário: