Plantão

Ministro Gilmar dá uma mãozinha e concede à Ricardo permissão para se ausentar da comarca sem autorização judicial



O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), acatou o pedido de extensão no habeas corpus da defesa do ex-governador Ricardo Coutinho (PT) que pedia para revogar a cautelar que condicionava a saída do ex-gestor da comarca de João Pessoa a uma autorização judicial com limite de sete dias.



O pedido de Ricardo teve como base a decisão monocrática de Gilmar que concedeu habeas corpus ao advogado Francisco das Chagas Ferreira, preso na Calvário, alegando encontrar-se na mesma situação processual. Dessa forma, o ministro entendeu que o ex-governador se encontrava "na mesma situação fática e normativa" de Francisco, deferindo o pedido.



Essa era uma das barreiras para a campanha política da pré-candidatura ao Senado de Ricardo Coutinho, que agora ganha a liberdade para ir aonde desejar, dentro ou fora da Paraíba.


Por Rafael Andrade

Nenhum comentário: