Plantão

Governo Federal gastou R$ 645 bilhões para o combate do COVID-19



O governo federal já gastou R$ 645 bilhões com ações de resposta à pandemia de covid-19 desde quando a doença causadora da covid foi diagnosticada pela 1ª vez no Brasil, em 26 de fevereiro de 2020.



De lá para cá, as despesas com a pandemia somam o equivalente a 8,6% do Produto Interno Bruto – a soma de todos os bens e serviços produzidos pelo país em 1 ano.



As informações do Portal da Transparência do governo federal.



Os dados mostram que o 2º maior gasto no período foi com transferências a fundos garantidores de investimentos (R$ 78 bilhões). Os 26 Estados e o Distrito Federal receberam cerca de R$ 60 bilhões diretamente para gastos com a saúde e suprir as necessidades frente à crise.



Na lista estão R$ 67 bilhões em ações diretas de enfrentamento relacionadas a políticas de saúde.



Há ainda R$ 41 bilhões usados para o financiamento do programa de suspensão de contratos e redução de jornada, o Benefício Emergencial de Manutenção do Emprego e Renda. O valor pago para a aquisição de vacinas já atingiu R$ 24 bilhões.



EM RITMO DE QUEDA


A despesa anual com a pandemia vem caindo ano a ano, na medida em que o país vai se adaptando a conviver com o vírus e a população vai sendo vacinada.



Foram gastos R$ 524 bilhões no primeiro ano de covid. A despesa caiu para R$ 121 bilhões em 2021. Já em 2022, apenas R$ 7 bilhões –e a previsão é de que o número não ultrapasse R$ 27 bilhões até o final do ano. Ou seja, uma redução de 19 vezes frente a 2020.



A única despesa que aumentou nesse período foi com a compra de vacinas. O governo Bolsonaro pagou apenas R$ 2 bilhões em 2020, quando não havia muitas opções de imunizantes disponíveis. A cifra saltou para R$ 22 bilhões no ano passado. E em 2021 deve atingir R$ 10 bilhões.


Da Redação com Poder360

Nenhum comentário: