Plantão

BOMBA: Dallagnol critica Lewandowski e diz que STF virou ‘casa da mãe joana’



Ex-coordenador da Lava Jato criticou decisões do magistrado em relação ao ex-presidente Lula.


O ex-procurador Deltan Dallagnol, que atuou no Ministério Público Federal no Paraná, afirmou que o ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), “faz o que quer a favor” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em postagem nas redes sociais, Dallagnol afirmou ainda que a Corte “virou a casa da mãe joana”.

O ex-procurador, que é pré-candidato a um cargo na Câmara, criticou ainda outras decisões do magistrado. “O STF virou a casa da mãe joana: o ministro Lewandowski faz o que quer em favor do ex-presidente Lula (que o indicou ao STF e sempre o elogia), primeiro no Mensalão, depois autorizando entrevistas, depois no tríplex, depois na leniência da Odebrecht e agora na Greenfield”, escreveu ele.

Procurado pelo R7, por meio de sua assessoria, o ministro Ricardo Lewandowski informou que “só se manifesta nos autos” e não comentaria o caso.

“Nesta semana, o ministro Lewandowski suspendeu monocraticamente a última ação penal contra Lula que corria na operação Greenfield em Brasília, alegando que supostas mensagens da Vaza Jato mostrariam que os procuradores de Brasília teriam sido influenciados pelos de Curitiba”, completou Deltan.

O ex-coordenador da Lava Jato no Paraná se refere a decisão liminar, ou seja, provisória, do magistrado que suspendeu a tramitação de um processo contra Lula na Justiça Federal de Brasília. A decisão vale até julgamento do mérito pelo plenário do Supremo. A ação é relacionada ao suposto tráfico de influência do ex-presidente na compra de caças suecos.

Nenhum comentário: