Plantão

Jovem autista desenha Bolsonaro e Michelle e é atacada covardemente



Provando pela enésima vez que o ‘discurso de inclusão’ é pura falsidade e populismo eleitoral, os militantes da esquerda atacaram sem dó uma adolescente autista no Instagram por ter feito um desenho retratando o presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Isso mesmo! Um absurdo.

Pronto! Citar o presidente Bolsonaro ou simplesmente retratá-lo num desenho é um salvo conduto para as ofensas e ameaças mais pesadas. Pouco importa se é uma criança, uma pessoa negra, mulher ou gay – se for conservador, vale tudo. Às favas com a inclusão!

A primeira-dama, Michelle, imediatamente saiu em defesa da jovem nos stories de sua conta no Instagram, chacoalhando a internet.

A agressão, foi feita por uma usuária identificada como @hellencrislopes2019, conforme citado por Michelle, foi feita em uma publicação na qual a adolescente Darah Elysa manifestou sua felicidade por ver sua arte ser compartilhada pela primeira-dama. No ataque, a internauta chamou o desenho da jovem de “lixo”.

"Um lixo esse desenho. Igual a cara deles mesmo. Eca!!" – dizia o comentário preconceituoso, que foi excluído da publicação.

Está aí mais uma prova que para os esquerdistas (petistas ou socialistas) toda essa conversa de inclusão e proteção à minorias só vale se você pertencer ao eleitorado deles. Se você for um simples cidadão, trabalhador ou até uma garotinha, não tem perdão.

  • Por Eduardo Negrão - Consultor político e autor de "Terrorismo Global" e "México pecado ao sul do Rio Grande" ambos pela Scortecci Editora.

Nenhum comentário: