Plantão

Compre no AMAZON, o Site mais seguro mundo!

Os Melhores Preços no AMAZON

05 outubro 2021

Na Série B do Gauchão, árbitro é socorrido após ser agredido na cabeça por jogador



A partida entre Guarani-VA e São Paulo, pela divisão de acesso do Campeonato Gaúcho, na noite desta segunda-feira, 4, causou indignação e revolta nos fãs de futebol. No segundo tempo de jogo, após levar cartão amarelo, o jogador Willian Ribeiro, do São Paulo, derrubou o árbitro Rodrigo Crivellaro e desferiu um forte chute na cabeça do juiz. Ele caiu desacordado e os jogadores em campo e equipe de arbitragem se desesperaram, acionando a equipe médica do local. Segundo o presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Luciano Hocsman, o árbitro está consciente. “Falei com o árbitro Rodrigo Crivellaro, covardemente agredido por um jogador do São Paulo, na partida contra o Guarani. Ele está sendo medicado no Hospital e, felizmente, se recuperando. A FGF está prestando todo o atendimento necessário e caberá ao TJD avaliar o episódio”, escreveu ele no Twitter.

Em nota oficial, o São Paulo definiu como ‘lamentável e, acima de tudo, revoltante’ o caso de Willian e afirmou que o atleta teve seu contrato rescindido. “Ademais, todas as medidas possíveis e legais em relação ao fato serão tomadas. Pedimos todas as desculpas do mundo ao profissional agredido e sua família, assim como pedimos desculpas ao público, de modo geral, pela cena lamentável vista hoje”, diz a nota. De acordo com a ESPN, Willian Ribeiro foi preso em flagrante e responderá por tentativa de homicídio. O delegado Vinicius Lourenço de Assunção, responsável pelo caso, informou ao site que o atleta assumiu o risco de matar e pode pegar entre 12 e 30 anos de prisão.

“O atleta foi apresentado em flagrante de delito pela Polícia Militar após agredir o árbitro, que desmaiou. Ele (árbitro) teria recebido um soco e depois um chute, fazendo o ficar inconsciente”, explicou o delegado. “Segundo a médica, o árbitro apresentava um discurso confuso. Ele correu risco seríssimo de lesão na coluna cervical e cabeça. Por conta disso, decidi pelo crime de tentativa de homicídio. Quando você chuta a cabeça de alguém deitado, você assume o risco de matá-lo”.

“(O jogador) Será autuado no artigo 21, além de se tratar de um motivo fútil, não é razoável alguém agredir dessa forma por conta de futebol, ainda mais contra o árbitro, que é autoridade. Será autuado pela tentativa de homicídio. Está na Polícia Civil e será encaminhado ao presídio local de Venâncio Aires”, completou Assunção em entrevista à ESPN. O jogo estava 1 a 0 para o Guarani-VA e precisou ser interrompido. As equipes estão no Grupo B da Série A2, sendo que o São Paulo é o quinto com 15 pontos e o Guarani o sexto com 11 pontos.


Jovem pan

Nenhum comentário: