Plantão

Compre no AMAZON, o Site mais seguro mundo!

Os Melhores Preços no AMAZON

02 setembro 2021

Argentina anuncia que não poderá enfrentar seleção brasileira em amistosos na Paraíba



A Associação de Futebol da Argentina (AFA) anunciou nesta quinta-feira que não vai disputar os amistosos marcados contra a seleção feminina do Brasil em setembro.


A AFA alegou que as "diversas restrições aplicadas aos voos que saem da Argentina, por causa da pandemia, somadas à indisponibilidade de lugares para as datas marcadas" foram as causas da desistência, "apesar da vontade das duas equipes de disputar os jogos amistosos".


CBF ainda espera resolver o problema


Os amistosos foram marcados para o dia 18 de setembro, no estádio Almeidão, em João Pessoa, e dia 21, no Amigão, em Campina Grande, também na Paraíba. Na última terça-feira, a técnica Pia Sundhage convocou 23 jogadoras para as partidas.


Consultada, a assessoria da seleção feminina afirmou que a CBF ainda mantém a esperança de resolver as questões pendentes para poder enfrentar a Argentina nas datas previstas.


Esta não é a primeira vez que a Argentina desiste de enfrentar o Brasil em amistosos. Em novembro do ano passado, as duas seleções iriam se enfrentarm em São Paulo, no fim de novembro, mas a AFA alegou dificuldades para trazer as jogadoras que atuam na Europa, também por causa das restrições da pandemia de Covid-19. A CBF convidou, então, o Equador para os amistosos, ambos vencidos pelo Brasil, por 6 a 0 e 8 a 0.


Na coletiva após a convocação, Pia Sundhage reconhece que as dificuldades causadas pela pandemia atrapalham a preparação da seleção feminina, especialmente em relação à busca por adversários do topo do ranking da Fifa. Em março deste ano, a seleção feminina deixou de jogar em uma data Fifa de amistosos por causa das restrições impostas pela pandemia.


- Como é que vamos nos tornar vencedores lidando com todos esses problemas? Eu adoraria jogar contra os top-10 mas é difícil, tem a Covid e toda essa situação. Isso é o que a gente quer garantir, ter um planejamento não só para seis meses, mas para dois anos - comentou Pia na última terça-feira.


Globo Esporte

Nenhum comentário: