Plantão

Compre no AMAZON, o Site mais seguro mundo!

Os Melhores Preços no AMAZON

20 agosto 2021

Esquerda quer barrar manifestações de 7 de setembro na Paulista



Diversos grupos e organizações de esquerda pretendem ingressar com uma ação no Ministério Público para barrar a realização dos atos em apoio ao presidente Jair Bolsonaro no dia 7 de setembro em São Paulo. Partidos políticos, sindicatos e outros órgãos pretendem marcar manifestações na mesma data e nos mesmos locais.


Os organizadores de esquerda que montaram as manifestações denominadas “Fora Bolsonaro” argumentam que é a sua vez de montar as estruturas nos locais data, dentro do que foi classificado por “rodízio” de atos para a mesma data acertada com a Polícia Militar de São Paulo. Eles convocaram uma manifestação para a avenida Paulista, na capital.


A alternância de datas para eventos antagônicos passou a valer no ano passado por determinação da Justiça, depois que esquerdistas convocaram atos para o mesmo dia em que manifestações pró-governo estavam agendadas.


Em participação no Boletim da Manhã desta quinta-feira (19), o analista político José Carlos Sepúlveda comentou que há uma articulação política contra o presidente Bolsonaro que se expande para a judicialização dos atos.


“Nós estamos vendo uma articulação de poderes, de militância para impedir as manifestações em apoio ao presidente Bolsonaro. Eu vi uma notícia aqui que Ciro Nogueira e Pacheco estão querendo fazer um diálogo com o Supremo Tribunal Federal, que diálogo é esse? Temos atos que partem dos ministros do Supremo que são atentatórios às liberdades individuais, prisões arbitrárias. O senhor Pacheco está sabotando o governo Bolsonaro todos os dias; que diálogo é esse?, questionou.


Terça Livre

Nenhum comentário: