Plantão

Compre no AMAZON, o Site mais seguro mundo!

Os Melhores Preços no AMAZON

04 junho 2021

Paróquia de Itaporanga emite nota contra homem que gravou vídeo em túmulo de padre

A paróquia Nossa Senhora da Conceição, da cidade de Itaporanga, emitiu uma nota de repúdio contra um homem que publicou vídeo desrespeitando o túmulo do padre monsenhor José Sinfrônio de Assis Filho na última quarta-feira (2). A filmagem se espalhou nas redes sociais.

Na gravação (veja abaixo), ele aparece deitado em cima do sepulcro dizendo que o referido padre só “soube levar chifre e pedir dinheiro”. O homem, em forma sarcástica, também coloca dinheiro no gazofilácio que é posto para arrecadar doações de fiéis.

Para o padre Rodolfo de Caldas Cavalcante, pároco da igreja itaporanguense, o ato foi de ultraje, de profanação e vilipêndio ao túmulo. Ele afirmou na nota que irá buscar os meios legais contra a ação desrespeitosa. 

Confira:

Por meio das mídias sociais, a Paróquia de Itaporanga, estarrecida, tomou conhecimento dos atos de desrespeito, de ultraje, de profanação e de vilipêndio ao túmulo e à memória do Monsenhor JOSÉ SINFRÔNIO DE ASSIS FILHO, ocorridos nesta quinta-feira, 03 de junho.

Padre Zé sempre deu tudo de si para o bem desta terra e para o progresso de seu povo, amparado nos pilares da fé e da ciência.

Como se sabe, aqueles que promoveram os atos tão repugnantes não tiveram a oportunidade de conhecer Padre Zé, nem tiveram a chance de serem educados por ele, nem se beneficiaram pela luz da fé que ele tanto semeou em nosso meio. Talvez isso explique a atitude por eles adotada, fruto da ignorância, do distanciamento da fé e da ausência de hombridade.

O que significa notar, porém, é que nenhum criminoso, pois ignóbil e desrespeitoso que se apresente, será capaz de apagar, ou sequer diminuir, a importância de Padre Zé para nosso povo.

À comunidade paroquial, informamos que a punição dos responsáveis será buscada pelos meios legais, com auxílio da Assessoria Jurídica da Diocese de Cajazeiras, porque entendemos que houve a prática dos crimes previstos no art. 208 (ultraje a culto), art. 210 (profanação de sepultura) e art. 212 (vilipêndio a cadáver), todos do Código Penal, cujas penas máximas, se somadas, podem chegar a até 07 anos de detenção.

Aos detratores do Padre Zé, rezando por sua conversão, temos apenas que repetir com o Salmista: ”Feliz o homem que não procede conforme o conselho dos ímpios, não trilha o caminho dos pecadores, nem se assenta entre os escarnecedores.” (Salmo 1, 1).

Itaporanga, 03 de junho de 2021,

Solenidade de Corpus Christi.

Quem foi Padre Zé

O monsenhor José Sinfrônio de Assis Filho (24/05/1924 – 19/09/2006) foi vigário de Itaporanga por mais de cinquenta anos, onde construiu diversos monumentos, a exemplo  da estátua do Cristo Redentor e o Colégio Diocesano Dom João da Mata.

Criou também a gráfica monsenhor José Sinfrônio, a Filarmônica Cônego Manoel Firmino, ampliou a Igreja Matriz, criou a casa do menor São Domingos Sávio, conseguiu a energia elétrica e a telefonia para Itaporanga, a abertura do Hospital Distrital, entre tantas importantes ações.


Diamante Online

Nenhum comentário: