Plantão

Compre no AMAZON, o Site mais seguro mundo!

Os Melhores Preços no AMAZON

28 junho 2021

Governo Bolsonaro liberta os índios economicamente, afirma deputado



A alteração da demarcação de terras indígenas, proposta no Projeto de Lei nº 490, tem provocado protestos, como o ocorrido na terça-feira (22), quando indígenas e policiais entraram em confronto, inclusive com um policial tendo sido atingido por uma flechada.

Em entrevista à repórter da TV JCO, Berenice Leite, em Brasília, os deputados federais Victor Hugo (PSL-GO) e Carla Zambelli (PSL-SP) falaram a verdade que a velha mídia não mostra sobre o assunto.

“Esse projeto de lei é um avanço, liberta os índios economicamente, para que eles decidam como explorar a terra. Não altera a forma como o Supremo Tribunal Federal (STF) entendeu que se dá a demarcação no Brasil, aquilo que foi decidido naquele julgamento da [terra indígena] Raposa Serra do Sol, incorpora o que o Supremo decidiu, não está inovando.
Se esses índios que estavam na frente da Câmara soubessem efetivamente o que estava sendo votado, se não tivessem sendo manipulados pela esquerda, eles certamente estariam do nosso lado, apoiando algo que é muito bom para eles próprios”, ressaltou o deputado Victor Hugo.

Para a deputada Carla Zambelli, a esquerda tenta manipular as informações, para botar os índios contra a população. “É dividir para conquistar, quanto mais eles puderem dividir a população brasileira em minorias, e somar essas minorias contra o povo de bem, mais eles vão estar ganhando, porém, felizmente, isso está chegando ao fim”, ressaltou Carla Zambelli.

Os deputados federais Carla Zambelli, Eduardo Bolsonaro, Major Vitor Hugo, Marcelo Álvaro Antônio e General Girão enviarão denúncias à PGR e à PF contra possível participação de parlamentares de esquerda no protesto que culminou em confronto violento entre indígenas e policiais.


Jornal da cidade online

Nenhum comentário: