Plantão

Compre no AMAZON

Os Melhores Preços no AMAZON

18 maio 2021

Trabalhadores e empresários protestam contra novo decreto com restrições em Cajazeiras: "queremos trabalhar"


Após a publicação do decreto de restrições por conta do aumento de casos de Covid-19 e na ocupação de leitos nas unidades de saúde da cidade, trabalhadores e empresários realizaram um protesto na manhã desta terça-feira (18), na frente da sede da Prefeitura de Cajazeiras. Revoltados, os manifestantes gritavam: “queremos trabalhar”. 

O protesto ocorreu de forma pacífica e reuniu diversas pessoas, sendo alguns delas, vestidas com as fardas das empresas as quais trabalham. Um dos comerciantes da cidade contou que é "muito difícil a situação com essas medidas tomadas pelo prefeito". Outros ainda reclamam da falta de atenção do gestor que não tem dado atenção a educação nesse período de pandemia.

A Prefeitura de Cajazeiras, no Sertão paraibano, publicou no fim de semana um novo decreto com medidas restritivas devido ao aumento de casos da Covid-19 na cidade e também ocupação dos leites de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e enfermarias, que já chegou a 100% na semana passada. O decreto começou a valer no dia de ontem e vai até dia 30 de maio. Além do toque de recolher, o prefeito ainda limitou os horários e capacidade de públicos em estabelecimentos da cidade. 

Conforme o decreto, que o ClickPB teve acesso, o toque de recolher ocorre das 22h às 5h. Durante esse horário, o deslocamento só deve ser feito caso seja atividade essencial e justificável. O descumprimento está sujeito a penalidades. Os estabelecimentos como bares, restaurantes e lanchonetes só podem funcionar até as 18h, com 30% da ocupação, podendo chegar a 50% em áreas abertas. Após isso, somente por delivery.

A publicação ainda traz medidas para as atividades consideradas essenciais e não essenciais estipulando os horários de funcionamento. No caso da assistência à saúde, serviços médicos, clínicas veterinárias, farmácias, postos de combustíveis e supermercados são atividades apontadas como essenciais.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Cajazeiras, mas os telefones não foram atendidos. O Portal ClickPB disponibiliza o endereço de e-mail redacao@clickpb.com.br para receber posicionamento da gestão, possibilitando, assim, a divulgação de todos lados. 


Clickpb

Nenhum comentário: