Plantão

Compre no AMAZON

Os Melhores Preços no AMAZON

09 maio 2021

Santos escapa do rebaixamento. Mas problemas crônicos continuam

"Em primeiro lugar quero pedir desculpas aos torcedores, porque nós sabemos que o Santos tem que brigar na parte de cima da tabela."

"Infelizmente não conseguimos isso neste Paulistão, mas hoje saímos com a sensação de missão cumprida por ter conquistado a vitória."

O clube brasileiro mais conhecido fora do país passou pelo vergonhoso confronto de hoje. Que jamais havia passado na sua história. 


Jogou contra o clube de Sorocaba para não ser rebaixado para a segunda divisão do futebol paulista.

Lucas Braga e Kaio Jorge marcaram no primeiro tempo e o time de Marcelo Fernandes travou a fraca equipe de Marcelo Cordeiro, que não teve chance de reagir, por conta de sua fragilidade técnica. E acabou rebaixada, junto com o São Caetano.

O Santos esteve nesse duelo surreal por conta dos inúmeros problemas que atravessa. O elenco fraco é reflexo da dívida de mais de R$ 700 milhões, que péssimas administrações conseguiram acumular.

O presidente Andres Rueda também errou ao não deixar claro a Ariel Holan que não só não contrataria reforços importantes. Como também venderia jogadores fundamentais, como Soteldo. E até atrasaria salários.

Bastaram 12 partidas e o argentino abandonou a Vila Belmiro.

O elenco fraco não tinha a menor condição de se dividir, disputando a Libertadores e o Paulista ao mesmo tempo. Daí o vexame do jogo de hoje.

O medo era tanto que, apesar de Fernando Diniz já ter acertado verbalmente, há uma semana, ele só foi anunciado oficialmente na sexta-feira. E Rueda não o colocou para comandar o time hoje, contra o São Bento. Por temer a chance dele assumir levando o clube para a segunda divisão de São Paulo.

O Santos sobreviveu hoje.

Mas tem problemas crônicos no elenco.

Fernando Diniz assume com a promessa de contratações, desde que sejam 'factíveis' ou seja, baratas.

O elenco é desequilibrado, limitado.

E ainda deve perder sua maior estrela, Marinho, vendido na janela do meio do ano.

O clube busca no mercado um executivo para assumir o futebol.

O ex-jogador do clube e ex-gerente do Palmeiras, Zé Roberto, tem a chance de assumir. Mas na disputa também estão Diego Cerri, Klauss Câmara e até Alexandre Mattos.

A decisão deve acontecer essa semana.

A alegria efêmera de hoje pode se transformar em uma grave preocupação.

O Campeonato Brasileiro não tem adversários tão fracos como o São Bento.

Com o atual elenco, o Santos vai lutar apenas para sobreviver, seguir na Série A.

Que Rueda se prepare.

E consiga fortalecer o clube.

Hoje, escapou do rebaixamento.

Só que está eliminado do Paulista.

Não conseguiu sequer ficar entre os oito melhores ,que disputam as quartas de final. 

Mas o futuro é muito incerto.

A frase provocativa de Kaio Jorge, que 'clube grande não cai', é muito relativa.

E tem validade.

Até que o clube caia.

Como aconteceu com o Corinthians, Palmeiras, Grêmio, Atlético Mineiro, Vasco, Botafogo, Cruzeiro, Internacional.

O Santos que se cuide...



R7

Nenhum comentário: