Plantão

Compre no AMAZON, o Site mais seguro mundo!

Os Melhores Preços no AMAZON

31 maio 2021

Por Ana Paula: Vírus existe para quem vai passear de moto, mas não para turma do ‘fique em casa’

Neste sábado, 29, manifestantes atenderam ao chamado de sindicatos e partidos que se classificam como de esquerda para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro. Defensores do “isolamento social”, todos se aglomeraram sem qualquer distanciamento após o estímulo de parlamentares e outras figuras da oposição. Entre os presentes nos protestos estavam o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, Guilherme Boulos (PSOLl) e a deputada Jandira Feghali (PCdoB). Em conversa com apoiadores nesta segunda-feira, 31, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que se sente no caminho certo ao ver que desafetos dele se articularam para criticá-lo nos atos. “Sabe por que tem pouca gente nessa manifestação da esquerda agora na última semana? Porque a PF e a PRF estão apreendendo muita maconha pelo Brasil. Faltou régua para o movimento”, brincou Bolsonaro. O vice-presidente, Hamilton Mourão, também ironizou as manifestações e disse que não acredita que os protestos aumentem a possibilidade de que Bolsonaro seja alvo de um processo de impeachment. “A gente sabe que tem a oposição, um núcleo duro que não gosta do governo. Quebra meu galho, né? Eu não vi distanciamento nenhum ali”, destacou.

A comentarista do programa “Os Pingos Nos Is”, da Jovem Pan, Ana Paula Henkel, acredita que as manifestações do sábado definem o conceito de hipocrisia e mostram que há um movimento no Brasil que quer impor uma espiral de silêncio em parte da população com “assassinatos de reputações” enquanto banaliza termos como ‘genocida’ e ‘nazista’. “É muito bom que eles saiam às ruas para mostrar a hipocrisia de que o ‘fique em casa’ é só até que eles precisam fazer conexão com a sua audiência, uma audiência pífia por sinal”, disse. Ana Paula também reclamou da retórica daqueles que afirmam que estavam de máscara e tomando todos os cuidados na hora da manifestação, mas que não aceitam o comércio ou as escolas abertas com essa mesma precaução no Brasil. “Ficou muito claro e agora não tem como esconder: é ‘fique em casa’ para você, mas para a gente o vírus não existe. O vírus existe para quem vai dar um mergulho na piscina, para quem vai dar um mergulho no mar, para quem vai passear de moto, mas não existe para a turma do ‘ele não’, para a turma do ‘fique em casa’ e para quem vai tomar um cafézinho’”, criticou, se referindo a uma foto publicada pelo ex-candidato à prefeitura de São Paulo com o presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros; deputado Túlio Gadelha, e a vereadora Dani Portela.


Jovem Pan

Nenhum comentário: