Plantão

Compre no AMAZON

Os Melhores Preços no AMAZON

26 abril 2021

Entidades de 8 estados do setor funerário pedem prioridade na vacina; Agente funerário faz pedido ao Prefeito de Piancó

Em função do tipo de trabalho que executam e da exposição que tem ao vírus, os Agentes Funerários constituem uma das categorias que mais tem sofrido baixas nos últimos meses. Por isso, o deputado Bibo Nunes (PSL-RS) propõe que os agentes funerários passem a ser considerados como grupo prioritário nas campanhas de vacinação contra o Covid-19 e, também, no caso de vacinação contra outras pandemias com alto índice de letalidade (PL 1002/21).

Entidades de 8 estados do setor funerário pedem a prioridade no plano de vacinação contra a Covid-19. Segundo o Sindicato de Cemitérios e Crematórios, que lidera a iniciativa, é que os funcionários estão diariamente na linha de frente. Além disso, em julho de 2020, o setor funerário foi considerado como serviço essencial, destaca a presidente do Sincep, Gisela Adissi.

Um Agente Funerário, disse que, cada entidade do setor funerário, seja em Piancó, Itaporanga, Conceição, Coremas ou em outra cidade da região, devem enviar ofício ao prefeito e secretário de saúde da sua cidade e, se possível ao governador, pedindo a prioridade na vacinação, já que em julho de 2020, o setor funerário foi considerado como serviço essencial pelo Ministério da Saúde.

Vale ressaltar que dentro do grupo de trabalhadores em saúde definido pelo Ministério de Saúde, estão incluídos profissionais de outras áreas, mas que atuem dentro de instituições de atendimento à saúde, como recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, cozinheiros e auxiliares, como motoristas de ambulâncias e até agentes funerários. Ou seja, aqueles que trabalham nos serviços de saúde, mas que não estão prestando serviços direto de assistência à saúde das pessoas. Inclui-se, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares como os cuidadores de idosos e doulas/parteiras, bem como funcionários do sistema funerário que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados.

EM PIANCÓ

Samuel, Agente da Funerária Fênix em Piancó, pede ao Prefeito Daniel Galdino que altere o cronograma do Ministério da Saúde e antecipe a vacinação dos agentes funerários. Dos cerca de 20 agentes no município, nenhum recebeu a vacina contra o Covid-19.

Seguindo as orientações técnicas do Ministério da Saúde de vacinação do grupo prioritário dos trabalhadores da saúde na Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, a Prefeitura de Uberlândia incluiu, na imunização, os agentes funerários e os sepultadores. Isso serve de exemplo para governadores e prefeitos de todo o Brasil. O Governo do Estado da PB, além de cidades a exemplos de João Pessoa, Teixeira e Pombal, já estão vacinando os agentes funerários. Cabe a cada gestor público municipal, incluir em seus calendários.




Da Redação com O blog de Piancó

Nenhum comentário: