Plantão

segunda-feira, 15 de março de 2021

Detido em cassino ilegal, Gabigol, do Flamengo, diz que saiu para jantar com amigos e pede desculpas: 'Errei'

Após ser detido pela polícia em uma operação que fechou um cassino ilegal em São Paulo, na madrugada deste domingo, o atacante Gabriel Barbosa, do Flamengo, explicou o ocorrido ao "Fantástico", da TV Globo. Na entrevista, o jogador afirmou que, ao sair para jantar com os amigos, não sabia onde estava indo e que haveria aglomeração no local. Gabigol é aguardado nesta segunda-feira, no Ninho do Urubu, onde o elenco principal se reapresenta após férias.

Então, eu fui convidado por amigos, realmente eu não sabia para onde eu estava indo. Quando eu cheguei no local, a gente queria jantar, eu moro em Santos e moro no Rio. Então, quando eu cheguei lá, eu comi com os amigos e quando eu estava indo embora, (a polícia) acabou chegando - afirmou Gabriel Barbosa, ao "Fantástico", que negou que tenha ido ao evento para jogar:

- Não, não, não tenho esse costume de jogar. A única coisa que eu jogo mesmo é vídeo game. Estava com os meus amigos, a gente foi comer, acabamos comendo e quando a gente estava indo embora, a polícia chegou mandado todo mundo ir para o chão - completou o atacante do Flamengo, de 24 anos.

Gabriel Barbosa foi conduzido a uma delegacia, assim como as demais pessoas, cerca de 300, que estavam no evento, e assinou um Termo Circunstaciado se comprometendo a participar de atos judiciais quando requisitado. Confira outras respostas do atacante do Flamengo ao "Fantástico".

Sentimento ao chegar no local com aglomeração

É, faltou sensibilidade da minha parte, até por ser meu último dia de férias, estava ali com meus amigos, estava feliz no momento de estar ali com eles, um momento que a gente quase não tem. Acho que faltou um pouquinho de sensibilidade, mas sempre usando máscara, sempre com álcool em gel. Realmente, quando eu percebi que tinha um pouquinho mais de gente, eu estava indo embora.

Abordagem policial

Na verdade, foi um susto muito grande, porque eu estava indo embora. Eu estava entrando no elevador para ir embora, e aí a polícia chegou mandando todo mundo ir para o chão. A gente ficou no chão, como eles pediram, e aí foi um susto muito grande, ninguém esperava que isso fosse acontecer. Eles me encaminharam para uma sala. Lá eles falaram comigo e, como eu falei, eu peguei e ajudei eles no que foi preciso e foi tudo bem.

Você se escondeu embaixo de uma mesa?

Não, se eu tivesse me escondido, eu não sairia como eu saí. Saí de cabeça erguida, como eles pediram, entrei no carro da polícia como eles pediram, fui para delegacia fazer o B.O, quando eles chegaram, pediram para todo mundo ir para o chão, como qualquer pessoa, eu fui para o chão e fiz o que eles mandaram.

O que fica desse episódio?

Eu acho que o primeiro é o aprendizado. Eu acho que, independentemente da idade, da pessoa, todo mundo erra, como eu errei. Acho que faltou um pouco de sensibilidade da minha parte e saber que talvez não era o local ideal para eu estar, mas eu estava lá com os meus amigos, como eu falei, era meu último dia de férias, queria também me divertir e, quando eu percebi que estava um pouquinho a mais de pessoas e poderia ocorrer algum risco, eu estava indo embora. Sendo que a polícia chegou, e eu cooperei com eles.

Então eu peço desculpas para torcida do Flamengo, para as pessoas que gostam de mim. Eu creio que eu não sou um cara de aparecer em matérias assim, nem nunca fui um cara de quebrar a pandemia, estive esse tempo todo em casa. Então eu acho que faltou um pouquinho mais de sensibilidade da minha parte, de entender que não era para eu estar ali. Mas como eu falei, eu errei, peço desculpas e segue o jogo.

Condução na viatura

É, eu acho que foi um pouco complicado né. Porque eu falei com eles que estava de carro no local e poderia ir até lá no meu carro. Em todo momento eu cooperei, não quis criar briga ou fazer algo assim. Eu perguntei para eles, e eles disseram que não. Entrei no carro e fui até lá, fiz o B.O e depois meus amigos foram me buscar.

Reapresentação ao Flamengo e preocupação com a Covid-19

Eu fiz o exame nesses dias. Estou fazendo exame quase todo dia, então com certeza eu não estou. Com certeza, quando a gente voltar, a gente vai fazer, e eu não estarei (com Covid) porque eu fiz exame nesses dias.


Lance

Nenhum comentário: