Últimas Notícias

Polícia do Rio apreende R$ 1 milhão de remédios desviados da rede pública

A polícia do Rio de Janeiro localizou hoje (12) em Vargem Grande, bairro carioca, um depósito clandestino voltado para esconder medicamentos desviados de hospitais públicos da capital. Cerca de 800 caixas de remédios avaliadas em R$ 1 milhão foram apreendidas.


Durante a operação, os agentes prenderam um homem acusado de fazer parte da quadrilha especializada neste estilo de crime.

Entre o material confiscado, encontraram também medicamentos para tratar o câncer no valor estimado em R$ 40 mil, remédios para artrite reumatoide e medicamentos pediátricos.

Segundo a 58ª delegacia policial, situada no bairro da Posse, em Nova Iguaçu, responsável pelo caso, os policiais deram início às investigações em  junho deste ano, depois de uma denúncia anônima encaminhada à delegacia, comunicando que medicamentos eram desviados do Hospital Federal de Nova Iguaçu, antigo Hospital da Posse.

A delegada titular da unidade, Waleska Borges, disse que, através da investigação e sondagem de dados, os agentes obtiveram o número da placa do veículo que fazia a transição dos utensílios, conseguindo, assim, identificar o dono do carro, que, por uma grande coincidência, faz parte da empresa que fabrica esse tipo de medicamento.

Diante de todos as averiguações, os policiais seguiram para dois endereços e monitoraram a movimentação dos indivíduos que andavam nesses locais, obtendo o conhecimento de que Vargem Grande era o local usado pela quadrilha para estocar os medicamentos desviados de hospitais públicos para revenda a clinicas e hospitais particulares do Rio de Janeiro.

A delegada falou que diversos remédios estavam com a data de validade vencida, suprimida ou alterada, e códigos de barras apagados e manipulados. Todos os produtos foram destinados a perícia técnica.



Terça livre

Comente aqui com o Facebook: