Últimas Notícias

Internautas se antecipam e dão tom da campanha política em Conceição; grupos estão próximos de anunciar nomes

Oficialmente não tem nada definido sobre composições de chapas para o próximo pleito eleitoral em Conceição. 

A própria pandemia ‘deu um freio em toda e qualquer pretensão’, seja do lado A ou do lado B. Isso oficialmente falando, pois nos bastidores existe uma intensa movimentação política.

Do lado externo da política de Conceição está praticamente difícil de segurar e nas redes sociais surgem correntes de pessoas, que parecem cansadas de esperar um anúncio oficial e começam a dar o tom da campanha por elas mesmas, algo assim de fora para dentro.

Nas redes sociais é perceptível que de um lado estará a chapa da situação, encabeçada pela pré-candidatura do vereador Samuel Lacerda, fazendo dupla com o também vereador Raimundo Araújo. Aliás, tudo já estava bem desenhado. Inteligentemente, Nilson se encarregou de segurar a barra e focar único e exclusivamente na sua gestão. Por enquanto, nada de oficial pode ser dito pela reportagem em relação a nomes, pois ainda pode haver mudanças.

Em contato com o prefeito Nilson Lacerda, na tarde desta quarta-feira (5), a reportagem ouviu dele que somente daqui a cerca 15 dias haverá anúncio oficial. Isso porque Nilson ainda se recupera dos efeitos da Covid-19 e está em repouso e sobre orientações médica.

Do lado da oposição, a coisa que está clara e bem perceptível é que a médica Jourdanna Diniz terá seu nome confirmado na cabeça da chapa (as redes sociais apontam claramente pra isso). Aliás, essa tônica veio se desenhando há meses e depois do rompimento político do grupo, encabeçado por seu pai Deon Diniz, com o grupo do prefeito em exercício, ficou ainda mais claro que a médica seria a candidata da oposição, por dois motivos: o nome dela surgiu como um nome fortíssimo, que já foi alicerçado antes mesmo da separação de fato e de direito entre seu grupo e o grupo do prefeito Nilson Lacerda. Pré-candidata ela já é há meses. Por outro lado, todos da oposição foram ao diálogo e ficou praticamente fechado, restando alguns detalhes. Prova disso é a retirada do nome do vereador Agnaldo Diniz à reeleição, o que teria sido uma exigência estabelecida pelos próprios pré-candidatos do grupo ao legislativo e prontamente aceita pelo líder Deon Diniz. No entanto, repito: não há nada publicamente oficial.

A única dúvida existente, pela menos pra reportagem e pra muitos, é quem seria o pré-candidato a vice-prefeito na chapa da médica: se Pedro Lacerda, que não dificultou na hora de fazer a aliança ou se do vereador Nego de Sevi, que preparou o terreno e colocou seu nome à disposição, caso haja um acordão para fechar de vez o grupo. Se bem que Nego de Sevi, que é do MDB,  também não deficiu aliança com nenhum lado político. Outros nomes ainda correm por fora e, evidentemente, continuam no páreo e são especulados nos dois grupos.

A maior certeza que se tem até o momento é que a vontade do povo de começar de vez a disputa nas redes sociais está como a cheia de um rio na grande chuva do inverno: ‘de barreira a barreira’. Tem gente segurando os dedos no teclado. Só que os nomes cogitados por esse próprio povo podem não ser necessariamente os nomes que serão lançados pelos grupos, que embora bem desenhados, ainda não deram a palavra final.

Enquanto isso, os bolos estão sendo bem mexidos pelos grupos políticos e em breve serão expostos à mesa e quem quiser poderá estar na fila, pois a disputa vai começar e promete ser quente.



Vale do Piancó Notícias

Comente aqui com o Facebook: