Últimas Notícias

sábado, 21 de março de 2020

Prefeituras da PB querem ajuda da força policial para quem descumprir isolamento

A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) fez, nesta sexta-feira (20), novas recomendações aos prefeitos para adotarem medidas restritivas necessárias diante do grave panorama que se instala por conta da propagação do coronavírus. Entre as orientações está a determinação de fechamento de todos os serviços como: salões de beleza e correlatos, clubes sociais, shopping centers, hotéis, motéis e pousadas, bares, restaurantes e lanchonetes; além de solicitação da força policial para quem não respeitar a quarentena.


De acordo com as recomendações da Famup, os bares, restaurantes e lanchonetes poderão funcionar apenas para entregas. Ou seja, manter abertos apenas os serviços essenciais a exemplo de: farmácias, supermercados, panificadoras e serviços de saúde, mas com redução de horário de atendimento. Dentro das recomendações está também a suspensão de todas as feiras de animais; além de adotar medidas em feiras livres.

Também fica a orientação para que os prefeitos determinem a restrição do atendimento em Unidades de Saúde da Família para casos de urgência, com o objetivo de reduzir a aglomeração de pessoas; suspender o atendimento odontológico de rotina nas Unidades de Saúde; realizar vacinação domiciliar das pessoas em grupo de risco e idosos; proibir visitas a pacientes que estejam internados; e disponibilizar atendimento via telefone para tirar dúvidas sobre o coronavírus.

Fica recomendado ainda a solicitação de apoio policial e da população para identificar as pessoas que chegaram ao município através de ônibus clandestinos ou carros particulares; pedir apoio da força policial em caso de descumprimento da quarentena; disponibilizar um telefone para que a população repasse informações das pessoas que chegaram de outros estados; e utilizar carros de som para levar informações à população, evitando distribuição de material impresso que pode estar contaminado.

O presidente da Famup, George Coelho, lembra que a experiência tem mostrado que todos os lugares do mundo onde estão conseguindo reverter a escalada da pandemia pelo coronavírus, realizam o isolamento social, diminuindo, consideravelmente, o número de pessoas nas ruas. “Entendemos o grande impacto socioeconômico na vida de todos, mas devemos adotar medidas severas para que em um breve futuro, possamos retomar as nossas atividades dentro da normalidade. Pedimos que cada município adote as recomendações que julgar necessário de acordo com a sua realidade e necessidade”, destacou o presidente.




Redação

Comente aqui com o Facebook: