Últimas Notícias

quinta-feira, 12 de março de 2020

Marinha abre 960 vagas em concurso para soldados fuzileiros navais

A Marinha do Brasil divulgou o edital de abertura do concurso para fuzileiros navais para as turmas de 2021. Estão sendo ofertadas 960 vagas com a previsão de remuneração para os formados de até R$ 1.950. As inscrições foram abertas no dia 19 de fevereiro e seguem até a próxima sexta-feira (20). Veja o edital.

Para se inscrever, o candidato deve acessar o site da Marinha do Brasil, no menu “Concursos para o CFN” ou presencialmente, nos endereços listados no edital. Na Paraíba, o local para as inscrições presenciais é na Capitania dos Portos, que fica na Rua Barão do Triunfo, 372 – Varadouro, em João Pessoa.
Podem concorrer ao concurso de fuzileiro naval, apenas candidatos do sexo masculino, que já tenham completado 18 anos de idade e que sejam menores de 22 anos até o dia 1º de janeiro de 2021. Também é necessário ter o ensino médio completo e altura entre 1,54 e 2,0 m.
Ao realizar a inscrição, o candidato poderá optar para concorrer às vagas dos seguintes
locais para servir inicialmente:

  • Unidades da Marinha no Rio de Janeiro-RJ
  • Unidades da  Marinha em Brasília-DF
  • Grupamento de Fuzileiros Navais de Rio Grande-RS
  • 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas em Manaus-AM
  • 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas em Belém-PA
  • 3º Batalhão de Operações Ribeirinhas em Ladário-MS
  • Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal-RN
  • Grupamento de Fuzileiros Navais de Salvador-BA
  • Batalhão de Defesa NBQR de Aramar-SP

Provas

A primeira etapa do processo seletivo consiste em exame de escolaridade, com provas de
português e matemática, em data a ser divulgada posteriormente no site. Os aprovados na etapa inicial passarão ainda por verificação de documentos, avaliação psicológica, inspeção de saúde e teste de aptidão física de ingresso.

Curso

O curso de formação terá a duração de 17 semanas e será realizado em órgãos de formação do Corpo de Fuzileiros Navais no Rio de Janeiro e em Brasília, em regime de internato e dedicação exclusiva até o dia da formatura. Durante o período, além de serem proporcionados  alimentação, uniforme e assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa, o Aprendiz-Fuzileiro Naval perceberá remuneração atinente à sua graduação, conforme previsto em Legislação.

Portal correio

Comente aqui com o Facebook: