Últimas Notícias

sábado, 22 de fevereiro de 2020

Intervenção federal no Ceará é boa para o país e fortalece Bolsonaro

Diante da situação extrema que pode levar o caos ao Ceará, o governador do estado, Camilo Santana e o presidente Jair Bolsonaro fecharam os termos para o envio de tropas federais para conter o motim da PM cearense.  Mais do que o bom senso, prevaleceu a inteligência política. Mas seja qual for o desdobramento, o presidente da República sairá fortalecido.

A intervenção federal, chamada GLO (Garantia da Lei e da Ordem), foi autorizada nesta quinta-feira (21) por meio de decreto e prevê que as Forças Armadas fiquem na cidade de Sobral até 28 de fevereiro.
O ministro Sergio Moro já havia enviado a Força Nacional de Segurança Pública, que permanecerá no Estado por 30 dias.

A GLO foi solicitada por Santana, que registrou nas redes sociais: “Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro pelo apoio do governo federal neste momento”. Bom sinal. O que menos precisamos neste momento é de acirramento e polarizações.

Nem seria o caso de lembrar o quanto o PT criticou o envio de forças federais no Rio de Janeiro, durante o governo Temer. Antes assim: sempre há tempo para respeitar as instâncias da Federação e agir de forma responsável quando a gravidade dos fatos exige.

Todos os brasileiros torcem para que a greve (ilegal) seja debelada, sem a necessidade de confrontos e mortes. Será bom para o governador petista. Mas melhor ainda para o presidente da República, que atendeu de pronto à solicitação de um adversário político. O país agradece.



Marco Antonio Araujo, do R7

Comente aqui com o Facebook: