Últimas Notícias

sábado, 1 de fevereiro de 2020

Após anúncio de João, PT convoca reunião para definir posicionamento

O Partido dos Trabalhadores convocou uma reunião extraordinária para avaliar o comportamento da legenda no governo João Azevêdo após o governador anunciar filiação no Cidadania. A informação foi confirmada pelo presidente estadual do partido, Jackson Macedo, ao programa Hora H, apresentado pelos jornalistas Heron Cid e Wallison Bezerra, na Rede Mais, tendo como cabeça de rede a Rádio Pop FM, 89.3, em João Pessoa, com reprodução em outras 13 emissoras do estado.


“Eu vou ter que chamar uma executiva extraordinária para o inicio da próxima semana, na segunda (3) ou terça-feira (4), para a gente ter uma primeira avaliação e logo em seguida convocar o diretório estadual para ter uma definição sobre essa questão”, adiantou o petista.

O dirigente partidário disse que foi pego de “surpresa” com a decisão de João Azevêdo. Segundo ele, em reunião recente com o governador, o chefe do Executivo estadual havia afirmado que ingressaria em um dos partidos aliados ao PT e que fazem oposição ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Participamos de uma reunião com o governador há uns meses atrás onde estavam PT, PCdoB, PDT, e Rede. Ele deixou claro para a gente que se caso saísse do PSB iria para um partido do campo democrático popular e permaneceria nessa linha política vinculada ao campo progressista. Hoje ele anuncia filiação no Cidadania que não é um partido aliado ao PT e que não está no nosso campo de alianças. Infelizmente, no ano passado votou quase 90% das matérias do governo Bolsonaro no Congresso Nacional e que apoiou o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT)”, afirmou.

Macedo disse que “não tomará nenhuma decisão precipitada” antes de conversar com a executiva estadual e as lideranças do partido.

“A ideia é tomar uma decisão conjunta. Qualquer decisão que sema tomada pelo PT vai ser muito amadurecida, conversada com todo mundo para que a gente possa ter um encaminhamento que melhor facilite a nossa vida e ao projeto que queremos construir em João Pessoa e para o Estado da Paraíba”, finalizou.



MaisPB

Comente aqui com o Facebook: