Últimas Notícias

Papai Noel é preso por exibir vídeo pornográfico para duas crianças

Um homem, vestido de Papai Noel, foi preso em em flagrante suspeito de mostrar vídeos pornográficos para duas meninas. O caso aconteceu na noite da última sexta-feira, 20, em um shopping na zona sul de São José dos Campos (SP).

As vítimas têm 12 e 11 anos e são amigas (estavam acompanhadas pelo pai de uma delas). De acordo com o relatos dos parentes, as duas foram comprar sorvete em um estabelecimento do Shopping Jardim Oriente, quando viram o Papai Noel e se aproximaram.

Ao chegarem perto do suspeito, ele teria mostrado um vídeo pornográfico para elas. Segundo os pais, as meninas ficaram constrangidas e se distanciaram dizendo que iam comprar cachorro-quente. Neste momento ele teria tentado aliciá-las.

“Ele disse que se elas passassem o número de WhatsApp, ele daria dinheiro para comprarem o lanche”, contou Nathália Pereira, irmã de uma das meninas, segundo o G1.

A irmã também disse que, ao chegar no shopping após o ocorrido, a segurança já havia retirado o Papai Noel do espaço. Ele foi preso em flagrante pela Polícia Militar.

Papai Noel foi afastado e caso é investigado
O suspeito nega que tenha exibido vídeo com conteúdo sexual. Segundo informações do boletim de ocorrência, ele disse aos policiais que foi surpreendido pelas crianças enquanto apagava vídeos pornográficos do celular e que o desligou na hora.

Sobre a parte de pagar o lanche para elas, o homem conta que se ofereceu para emprestar o dinheiro para as meninas e que pediu o telefone delas para combinar a devolução (e elas não aceitaram).

O caso foi registrado como divulgação de cena de estupro e imagens de nudez, sexo ou pornografia e está sendo investigado pela Polícia Civil.

Em nota, o Shopping Jardim Oriente explicou que o Papai Noel é um ator contratado por meio de uma empresa de eventos terceirizada e que já foi afastado das funções. O estabelecimento lamenta o ocorrido e afirmou que está prestando assistência aos familiares das meninas.

Como denunciar casos de abuso infantil

Há algumas formas de denunciar casos de violência sexual a menores de idade:

Disque 100

Como nos casos de racismo, homofobia e outras violações de direitos humanos, qualquer cidadão pode fazer uma denúncia anônima sobre casos abuso infantil pelo Disque 100. A denúncia será analisada e encaminhada aos órgãos de proteção, defesa e responsabilização em direitos humanos, respeitando as competências de cada órgão.

Aplicativo Proteja Brasil

Depois de instalar o aplicativo gratuito em seu celular, o usuário rapidinho, respondendo um formulário simples, registra a denúncia, a qual será recebida pela mesma central de atendimento do Disque 100. Se quiser acompanhar a denúncia, basta ligar para o Disque 100 e fornecer dados da denúncia.

Ouvidoria Online

O usuário preenche o formulário disponível aqui e registra a denúncia, a qual também será recebida pela mesma central de atendimento do Disque 100. Se quiser acompanhar a denúncia, basta ligar para o Disque 100 e fornecer dados da denúncia.

ONGs

Se for possível, procure Organizações que atuam para o combate ao problema, como o ChildFund Brasil e a Childhood Brasil.

Safernet

A Safernet é uma organização social que recebe denúncias de crimes que acontecem contra os direitos humanos na internet, incluindo pornografia infantil e tráfico de pessoas.

Conselho Tutelar

O Conselho Tutelar é responsável pelo atendimento de crianças e adolescentes ameaçados ou violados em seus direitos. Pode aplicar medidas com força de lei. A denúncia pode ser feita por telefone ou pessoalmente, na sede do conselho. Encontre o telefone do Conselho Tutelar mais próximo digitando “Conselho Tutelar + o nome do seu município” no Google.

CREAS / CRAS

Os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) realizam o atendimento em atenção básica à população em geral, e os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS) oferecem o atendimento de média complexidade, que inclui o atendimento psicossocial a crianças e adolescentes vítimas de violência sexual. Acesse o site do Ministério da Cidadania, localize as unidades por Estado ou município.

Ministério Público

Responsável pela fiscalização do cumprimento da lei. Os promotores de justiça têm sido fortes aliados do movimento social de defesa dos direitos da criança e do adolescente. Todo Estado conta com um Centro de Apoio Operacional (CAO), que pode e deve ser acessado na defesa e garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes. No site da Childhood Brasil você encontra o contato do MP de todos os estados brasileiros.


Catraca livre

Comente aqui com o Facebook: