Últimas Notícias

domingo, 24 de novembro de 2019

Ibiarense, Bruno Pereira apresentador de TV foi afastado de cargo público pela Justiça

O jornalista Bruno Pereira usou seu perfil no Instagram neste sábado, 23, para comentar o rumoroso caso em que se envolveu durante a semana. Na última quarta-feira, 20, a Polícia Federal deflagrou a quarta fase da Operação Recidiva e naquele dia foi divulgado que Bruno, que dividia os microfones da Rádio 98 FM de João Pessoa com Samuka Duarte pela manhã, estava entre os alvos da investigação sob suspeita de ter recebido vantagem indevida do esquema que fraudava recursos federais de convênios celebrados com prefeituras paraibanas.


Bruno era assessor de comunicação da Prefeitura Municipal de Ibiara e por decisão judicial terá que ficar afastado da função pública por prazo indeterminado. O juiz da 14ª Vara da Justiça Federal em Patos justificou o afastamento de Bruno por ele ter se valido da função de assessor da Prefeitura de Ibiara para, no contexto da viabilização de desvios de verbas públicas, auferir vantagem indevida. “Desse modo, se não for afastado daquela condição, é bastante provável que volte a delinquir, em especial porque, os diálogos não deixam dúvidas, o quadro é de corrupção sistêmica e porque os convênios 854921/2017 e 857478/2017 ainda se encontram em vigor”, declarou o magistrado na decisão.

No dia seguinte, o Sistema Correio informou que Bruno estava de férias.

No texto que publicou em seu perfil no Instagram, o jornalista afirma que está sendo “julgado e condenado injustamente” e aconselhou seus detratores a esperarem para ouvir sua versão sobre o que houve.


Fonte: Parlamento PB

Comente aqui com o Facebook: