Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

segunda-feira, 24 de junho de 2019

Em enquete da Câmara, população dá vitória esmagadora ao Decreto de Armas de Bolsonaro

Quase uma década e meia depois do famigerado referendo desarmamentista de 2005, a população brasileira manda um novo recado à classe política. Na verdade, o recado não é novo, é o mesmo de quase 15 anos atrás, porém com ainda mais veemência: a população exige que o direito à posse de armas de fogo e de autodefesa seja respeitado.


Após a derrubada do Decreto de Armas - assinado em 7 de maio pelo presidente Jair Bolsonaro - pelo Senado, a Câmara dos Deputados abriu uma consulta pública para saber o que a população pensa a respeito do assunto. Os resultados aparentam uma completa desconexão dos senadores da República com a população, uma total falta de representação.
Enquanto, em 2005, foram 63,94% dos votantes a favor da comercialização de armas de fogo e munições no país, o resultado parcial da enquete da Câmara dos Deputados mostra uma convicção ainda maior no mesmo sentido: 85% dos que opinaram até o momento são contrários ao PDL 232/2019, que tenta derrubar o decreto do presidente que flexibilizou a posse de armas no país.


Ou seja, 85% dos votantes exigem que o Decreto de Armas de Bolsonaro seja mantido. O recado está dado.
Se você ainda não votou, preste atenção às opções. O Jornal da Cidade Online publicou um guia explicando como votar corretamente na enquete. Você pode acessá-lo aqui.

Jornal da cidade online

Comente aqui com o Facebook: