Últimas Notícias

quarta-feira, 29 de maio de 2019

Operação da Polícia Civil prende 27 suspeitos de homicídio e tráfico na Paraíba

A Polícia Civil prendeu, em operação realizada nesta terça-feira (28), 27 suspeitos de envolvimento com crimes de homicídio, tentativas de assassinato e tráfico de drogas na Paraíba. A Operação Cronos II foi deflagrada simultaneamente pelas polícias civis de todo o território nacional, e começou nas primeiras horas da manhã.

Diversos suspeitos foram presos em cumprimento de ordens judiciais, mas houveram situações em que a Polícia Civil se deparou com suspeitos em flagrante delito, que também acabaram presos.
A lista de suspeitos é composta de 25 homens, uma mulher e uma adolescente de 17 anos. 

A maior parte das prisões ocorreu na região de Campina Grande, onde houve 11 registros. Deste total, sete foram decorrentes de cumprimentos de mandados e quatro foram contra indivíduos  que estavam de posse de armas de fogos e de drogas no momento em que foram abordados pelos policiais. As equipes ainda realizaram 12 buscas em casas de suspeitos e conseguiram apreender duas armas de fogo e entorpecentes que seriam usados para o tráfico.

Houve cumprimento mandados de prisão também na cidade do Conde, situado no litoral Sul do Estado. No local, os policiais prenderam Lucas de Silva Sousa, de 19 anos, acusado de tentativa homicídio em Alagoa Grande (PB).

Na cidade de Belém, interior do Estado, foi presa Joseane Marques Pereira da Silva, de 29 anos. Ela foi condenada pela justiça por tráfico de drogas. No município de Guarabira, no brejo paraibano, os investigadores prenderam Jobson da Silva Bernardo, de 23 anos. Ele é apontado como autor de uma morte ocorrida em Alagoa Grande, onde os policiais apreenderam um adolescente de 17 anos que também possui envolvimento com homicídio.

Em João Pessoa, outras cinco prisões foram realizadas pela Delegacia de Crimes Contra Pessoa (DCCPES).  Mário Ikaro de Macedo Silva, Noaldo Inácio dos Santos, Thiago Henrique de Santana Lima, Renato Marinho da Silva e Gabriel Silva de Lima foram recolhidos à carceragem, por ordem judicial.

Ainda houve prisões nas cidades de Itatuba, São Sebastião de Umbuzeiro, São José dos Cordeiros e Riachão de Bacamarte.

Para o  delegado geral da Polícia Civil da Paraíba, Isaías Gualberto, o resultado da operação mostra o empenho e o comprometimento da corporação em combater a criminalidade no Estado. Ele destaca que a instituição vem intensificando os trabalhos de investigação para identificar, localizar e prender os responsáveis por crimes considerados graves e que atentam contra sociedade, como homicídios, latrocínios e tráfico de drogas.

“Concluímos a participação da Polícia Civil da Paraíba na Operação Cronos II e nosso trabalho foi bastante exitoso, com 27 prisões, contra acusados de homicídios e feminicídios.  Em todo o Estado, do sertão ao litoral, houve prisões da Polícia Civil”, declarou Gualberto.


ClickPB

Comente aqui com o Facebook: