Últimas Notícias

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Confira os benefícios da redução do consumo de carne vermelha na dieta

A ideia de diminuir, aos poucos, o consumo de carne pode ser assustadora para muitos que consideram esse alimento como obrigatório nas refeições. Essa realidade pode ganhar um novo horizonte e se inspira principalmente na alimentação mediterrânea, que tem como base carne branca, verduras, legumes, grãos, queijos, entre outros.  

E de quebra a redução do consumo de carne vermelha pode representar uma pele mais saudável, a cinturinha mais fina entre tantos outros benefícios.


A ideia é diminuir, aos poucos, o consumo de carne - não riscar do cardápio - e acrescentar mais alimentos de origem vegetal, como grãos, frutas, verduras e legumes. E é mais simples do que você imagina.

Se você ainda não se convenceu, elencamos alguns benefícios da redução da carne vermelha para a sua saúde:

Diminui risco de doenças cardiovasculares                      

Pesquisadores dos Estados Unidos descobriram que o consumo regular de carne vermelha aumenta o risco de uma pessoa ter ataque cardíaco e doenças vasculares, como pressão alta. Outro estudo revelou que vegetarianos e veganos são menos hipertensos do que aqueles que consomem carne.

Diminui o risco de diabetes                     

A Associação Americana de Diabetes divulgou um estudo em que diz que pessoas que seguem uma dieta vegetariana diminuem o risco de síndrome metabólica, um conjunto de fatores de risco ligados ao diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares. Os participantes que evitaram consumir produtos com carne tiveram pressão arterial menor, assim como os níveis de açúcar no sangue e triglicérides controlados.

Diminui o risco de câncer                                

O consumo de carne vermelha (como de boi, porco e cordeiro) em excesso também pode facilitar o desenvolvimento de câncer no intestino (cólon e reto), segundo um informativo publicado pelo Inca (Instituto Nacional do Câncer). Isso ocorre porque estas carnes contêm grandes quantidades de ferro heme, nutriente essencial ao corpo mas, em excesso, pode ter efeito tóxico sobre as células.

O instituto recomenda o consumo limitado a 500 gramas de carne cozida por semana.

Suas calças vão vestir melhor                                 

Comer mais vegetais e legumes significa comer mais fibras, um nutriente fundamental para o regulamento do intestino. Carne vermelha causa constipação e aquela sensação de "pesado". "Muitas mulheres utilizam remédios e produtos vendidos sem receita para ajudá-las a irem ao banheiro todos os dias, mas uma dieta vegetariana pode certamente ajudar nisso", disse Dawn Jackson Blatner, autora de The Flexitarian Diet. "Quando você tem digestão regular e não está sempre se sentindo inchado, você se sentirá mais magro e energizado", disse.

Sua pele vai brilhar                                       

Vegetarianismo é uma das melhores dietas para a sua pele, uma vez que frutas, vegetais e grãos integrais são ricas em antioxidantes, vitaminas, minerais e nutrientes essenciais para uma pele mais bonita e funcionamento do intestino (que também ajuda a manter a pele limpa e bonita).



Redação/HuffPost

Comente aqui com o Facebook: