Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

sábado, 23 de junho de 2018

Bolsonaro conversa com Ney para fechar apoio

Em Campina Grande, o pré-candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro, conversou com o ex-senador Ney Suassuna no sentido de fazer composição para as eleições de outubro. 

O encontro foi revelado por Bolsonaro durante visita ao Parque do Povo onde participou do ‘Maior São João do Mundo’.

De acordo com ele, o coordenador de sua campanha no Estado,  Julian Lemos,  é quem estará a frente das negociações políticas na Paraíba.


“Hoje por exemplo conversamos com Ney Suassuna. Julian Lemos está conversando para ele compor conosco.”, destacou Bolsonaro. De acordo com ele, Juliam Lemos, presidente estadual do PSL é que definirá os apoios.

Bolsonaro também falou de outras questões referentes à sua pré-campanha e propostas caso chegue ao Palácio do Planalto. Ele prometeu “jogar pesado” em relação a violência e fazer um governo diferente do que foi feito nos últimos trinta anos.

Lula

Jair Bolsonaro considerou que não acredita em campanha do ex-presidente Lula nas eleições deste ano. Segundo ele, a Lei da Ficha limpa barraria as pretensões do petista.

“Tem a Lei da Ficha limpa. Ele foi julgado, condenado em segunda instância. Ele está fora de combate e não poderá disputar.

Petrobras

O pré-candidato descartou a privatização da Petrobrás e disse que esse assunto não faz parte de seu plano de governo.

“Em todas as estratégias não está no meu radar privatização”, garantiu.

Conservadorismo

Ele também disse que manterá a linha da política conservadora. Para Bolsonaro ele deve seguir a orientação da maioria da população brasileira.

“A maioria é conservadora. A lei existe para atender o interesse da maioria”, destacou.



Por Roberto Targino e Wallison  Bezerra

Comente aqui com o Facebook: