Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Maior alvo de assaltos no Estado, Bradesco entra na mira do governador por descumprir leis

O Banco Bradesco, além de ser contar com a maior quantidade de assaltos e explosões no Estado da Paraíba, descumpre uma lei sancionada pelo governador Ricardo Coutinho em 2011 que poderia diminuir os índices de criminalidade. 

A lei estabelece que as máquinas de autoatendimento dos bancos disponham de qualquer sistema que inviabilize o aproveitamento do dinheiro que ladrões tentem roubar.

Além disso, os postos de atendimento são instalados em locais sem qualquer infraestrutura, colocando em risco ainda a população de várias cidades do Estado.
O governador Ricardo Coutinho criticou em seu discurso nesta quinta-feira (15) a inércia dos bancos frente à violência. “Os bancos ganham muito dinheiro e não querem investir em segurança”, lamentou o governador.

Ele ainda ressaltou que “a Assembleia Legislativa aprovou pelo menos três leis, inclusive para restringir a instalação de caixas eletrônicos, mas os bancos descumprem alegando que esta é uma matéria de competência do banco central”. O que para Ricardo Coutinho não é verdade, pois a instalação é competência concorrente tanto do município quanto do estado.

Atualmente há várias tecnologias utilizadas para dificultar a vida dos assaltantes de banco, porém, o Bradesco não utiliza nenhuma delas. Grande parte das instituições bancárias do país já adota medidas que coíbem a ação criminosa em seus postos de atendimento.

Dentre os recursos usados para prevenir assaltos, estão uma cortina densa de fumaça para impossibilitar a visibilidade, além de tinta antifurto quando houver violação a caixas eletrônicos. Também existe a possibilidade de abertura do malote eletrônicos somente por digitais autorizadas.



clickpb

Comente aqui com o Facebook: