Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Funcionário do MDB confirma entrega de malas de dinheiro a Geddel

O advogado e ex-funcionário do MDB Gustavo Ferraz, preso ano passado durante a operação Tesouro Perdido em razão de uma digital sua ter sido encontrada em saco de dinheiro no “bunker” que escondia R$ 51 milhões, disse que entregou malas de dinheiro ao ex-ministro Geddel Vieira Lima.

“As pessoas do partido…Geddel era o presidente…’você pode pegar uma contribuição de campanha pra mim?’. Porque não? Posso. Talvez meu erro tenha sido não perguntar: ‘vem cá, da onde é esse dinheiro?’. Talvez poucas pessoas pudessem fazer essa pergunta. Talvez o meu erro, talvez, tenha sido não questionar. 


Mas como funcionário que era, está certo, talvez poucos na minha função perguntassem. Eu com a filha recém-nascida, tendo que pagar minhas contas, você vai se insubordinar à pessoa que está ali… que de uma certa forma te mantém, com a sua vida regular? Com suas contas pagas e etc? Meu emprego dependia disso, não é verdade?”, disse Ferraz em entrevista ao jornal A Tarde, de Salvador.

Questionado a quem entregou a mala de dinheiro, Ferraz afirma: “Foi entregue a quem de direito, a quem eu devia repassar. Foi entregue a Geddel. E ele ficou de resolver, de repassar para as campanhas, enfim… do que eu imaginei que fosse ser feito. E que deve ter sido feito, não sei...


Assessoria

Comente aqui com o Facebook: