Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Relator entende que benefícios não desequilibram eleição e vota contra cassação de RC

O relator do processo que pede a cassação do governador Ricardo Coutinho (PSB), Ricardo Marcelo, divergiu do parecer do Ministério Publico Eleitoral e votou pela improcedência da ação.

Em seu voto, o relator entendeu que não houve conduta vedada do governador, já que os direitos pagos aos beneficiários já estavam reconhecidos, ou seja, tinham embasamento legal.

Além disso,  Romero Marcelo argumentou que o número de beneficiários da PBPrev não teve repercussão suficiente para desequilibrar a eleição, ainda que familiares dos beneficiados tenham votado no candidato.

Abaixo veja a sessão ao vivo


” A quantidade de beneficiários equilave a 0, 8% do eleitorado paraibano. Portanto, não tem potencial para influenciar o resultado da eleição. Concluo que o número de beneficiários direto e indiretos indicam baixa gravidade da conduta que não autorizam cassação e inelegibilidade. No mérito estou indicando o voto pela improcedência da Aije”, argumentou.

Veja a sessão ao vivo:







Por Anderson Soares

Comente aqui com o Facebook: