Últimas Notícias

terça-feira, 4 de abril de 2017

Homem quase morre ao dormir com celular

Uma  história casual que a maioria da população faz por aí quase terminou em tragédia nos Estados Unidos. 

Wiley Day, americano de 32 anos, ligou seu iPhone 7 num extensor de tomada antes de dormir para ver as redes sociais na cama – quem nunca, né? -, mas por pouco não morreu após ser acordado com um choque.

O caso ocorreu no último dia 22 de março, mas só foi noticiado agora na mídia americana. 

Segundo o Buzzfeed News, o colar usado por Day caiu entre a ponta do carregador e a extensão e virou um condutor de eletricidade. O americano foi parar no chão com o choque – o fato só reforça a importância de não ir dormir com o celular na cama ou próximo de você.


A situação passou bem perto de ser uma tragédia: o americano levou um choque de 110 volts – segundo especialistas, 100 volts já podem matar uma pessoa. Willey Day ficou com queimaduras de segundo e terceiro graus em seu pescoço, peito e nas mãos.

O americano foi atendido em um hospital local e logo depois transferido para uma unidade intensiva de tratamento de queimaduras na Universidade do Alabama, onde ainda passa por tratamento pelas lesões. O choque deixou marcas pelo corpo do rapaz.

A experiência de Day não foi a única do tipo. Casos de choque ou incêndios, principalmente com carregadores piratas, se multiplicam por aí. De acordo com a Associação Norte-Americana de Queimaduras, cabos de extensão causam 4.700 incêndios residenciais por ano, matando cerca de 50 pessoas e ferindo outras 280 no país.

O acidente reforça também a importância de usar produtos originais ou homologados pela Anatel – a Apple faz a mesma recomendação.



Uol

Comente aqui com o Facebook: