Plantão

Crime Eleitoral: Show de Daniela Mercury em apoio à Lula foi bancado por dinheiro público



O show realizado no último domingo, 1º, no Dia do Trabalhador, pela cantora Daniela Mercury em apoio à candidatura de Luis Inácio Lula da Silva (PT) custou R$ 100 mil e será pago por dinheiro público. A informação consta na edição desta terça-feira, 3, do Diário Oficial da Prefeitura de São Paulo.



“O pagamento se dará no 30º (trigésimo) dia após a data de entrega de toda documentação correta relativa ao pagamento”, diz trecho do documento.



Durante o evento em apoio ao líder do Partido dos Trabalhadores, Daniel levantou a bandeira do PT e declarou voto a Lula. 



Após a publicação no Diário Oficial, os deputados Gil Diniz e Carla Zambelli anunciaram nas redes sociais que vão pedir investigação do caso. “Temos documentado atos de abuso de poder político e econômico, violações graves do Direito Eleitoral, além do crime de improbidade administrativa”, afirmou Zambelli por meio de sua conta no Twitter.



Em 2021 o Supremo Tribunal Federal havia proibido a realização dos "showmícios", ato público onde um político ou um candidato a um cargo político expõe suas ideias aos eleitores, geralmente acompanhado por artistas musicais para atrair um público maior. De acordo com Dias Toffoli, ex-presidente da Corte, a proibição de showmícios "buscou evitar o abuso de poder econômico no âmbito das eleições e resguardar a paridade de armas entre os candidatos".



No entanto, a Suprema Corte liberou apresentações para arrecadação de recursos.



A Redação  com  Costanorte.com.br

Nenhum comentário: