Plantão

Presidente Biden libera US$ 200 milhões em armas para Ucrânia



O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, autorizou a Casa Branca a enviar US$ 200 milhões (cerca de R$ 1,01 bilhão) em armas e treinamento militar para a Ucrânia a fim de ajudar o país do Leste Europeu a se defender da invasão russa, que ocorre desde 23 de fevereiro. 



Biden enviou um memorando ao secretário de Estado, Antony Blinken, liberando a quantia por meio da Lei de Assistência Externa. A decisão eleva a ajuda de segurança dos EUA à Ucrânia para US$ 1,2 bilhão (R$ 6,09 bilhões).



Trata-se de uma resposta às críticas de Vladimir Zelensky, presidente da Ucrânia, sobre a participação do Ocidente no conflito. Na terça-feira, a Polônia havia comunicado que enviaria “imediatamente e gratuitamente” todos os seus caças MIG-29 para a Ucrânia, mas o plano foi frustrado pelos Estados Unidos. Os poloneses entregariam os jatos ao exército americano, que ficaria incumbido de repassá-los à Ucrânia. Os EUA, no entanto, não querem se envolver diretamente na guerra.

Nenhum comentário: