Plantão

Compre no AMAZON, o Site mais seguro mundo!

Os Melhores Preços no AMAZON

13 setembro 2021

Siemens Energy – energia sustentável, confiável e acessível



A Siemens Energy está posicionada como uma das principais empresas de tecnologia de energia do mundo. Líder global no mercado de energias renováveis, atualmente, estima-se que 1/6 da eletricidade gerada em todo o mundo seja baseada em tecnologias da companhia.



A transição para modelos de negócios que promovam o fornecimento de energia limpa reduzem o aquecimento global e contribuem para o a construção de um mundo mais sustentável e descarbonizado.  Grandes indústrias e empresas de energia de todo o planeta estão em uma corrida para neutralizar suas emissões antes que seja tarde demais.



A Siemens Energy, que conta com uma equipe global de mais de 91.000 funcionários atuando em 90 países, está contribuindo com esse propósito, por meio da construção de novos sistemas pensados para moldar a energia do amanhã.



Com a missão de auxiliar empresas em suas jornadas rumo à descarbonização, a gigante alemã oferece produtos, soluções e serviços que cobrem toda a cadeia de valor de energia. O foco nas necessidades específicas de cada cliente, aliado à sua expertise no desenvolvimento de tecnologias inovadoras para transformar ideias em realidade, tornam a Siemens Energy o parceiro ideal para impulsionar a transição para um mundo mais sustentável.



Um bom exemplo disso é a parceria com a Porsche e outras empresas internacionais para a produção de Hidrogênio Verde.



A Siemens Energy uniu-se à fabricante de carros esportivos Porsche, o Governo Alemão e empresas internacionais, lideradas pelo HIF (Highly Innovative Fuels), para construir a primeira usina integrada e comercial em grande escala do mundo para a produção de combustíveis sintéticos, praticamente neutros para o clima (e-combustíveis).



O projeto, chamado “Haru Oni”, está sendo implementado no sul do Chile, na remota região de Magallanes e aproveitará as excelentes condições dos ventos locais para operar por meio de energia eólica.



“O estabelecimento de uma economia de energia sustentável vai exigir um certo repensar. A energia renovável não será mais produzida apenas onde é necessária, mas onde os recursos naturais como o vento e o sol estão disponíveis em grande escala.” diz Christian Bruch, CEO da Siemens Energy.



Este novo combustível é feito, literalmente, de água e ar. Para produzir o hidrogênio verde, são usados Eletrolisadores de PEM, que utilizam eletricidade para dividir a água em seus componentes: oxigênio e hidrogênio. Para coletar CO2 neutro para o clima, o projeto usará um equipamento de captura direta de ar dos Termostatos Globais (GT).



O gás carbônico filtrado do ar será combinado com o hidrogênio verde para produzir metanol sintético. Em uma etapa posterior, o metanol verde é convertido em e-combustível, ecologicamente correto para exportação e uso local.



Sua principal vantagem é que, ao contrário do combustível de origem fóssil (óleo ou carvão), que emite gases poluentes que prejudicam a camada de ozônio e a qualidade do ar que respiramos, o e-combustível emite vapor d’água. Ou seja, não prejudica o meio ambiente e o torna uma alternativa aos veículos a combustão.


Na primeira fase do projeto, estima-se a produção de 750.000 litros de e-metanol até 2022. Parte deste e-metanol será convertida em e-combustível (130.000 litros por ano). Na segunda fase, 55 milhões de litros de e-combustível até 2024, e na terceira, mais de 550 milhões de litros por ano até 2026.



A Siemens Energy é co-desenvolvedora do projeto e integra os sistemas para cobrir toda a cadeia de valor – desde a geração de energia usando turbinas eólicas da Siemens Gamesa, até a produção de hidrogênio verde para a conversão em combustível sintético.



A AME é a principal desenvolvedora e proprietária da empresa de projetos. A Enel é co-financiadora da usina, com foco em energia eólica e eletrólise e a ENAP apoia o projeto com equipe de operação, manutenção e logística.



A Porsche será a principal usuária dos e-combustíveis e planeja usar em projetos-piloto. Isso inclui o uso na frota de automobilismo da Porsche, nos Porsche Experience Centers e, posteriormente, em carros esportivos de produção em série. Como 70% de todos os veículos produzidos pela Porsche ainda estão em uso, esta foi a solução para manter os carros antigos rodando nas próximas décadas. A montadora de carros esportivos fará um investimento inicial de cerca de 20 milhões de euros.



“Nosso envolvimento na primeira planta comercial integrada de e-combustíveis do mundo apoia o desenvolvimento dos combustíveis alternativos do futuro. Como fabricantes de motores eficientes e de alto desempenho, temos amplo conhecimento técnico. Sabemos exatamente quais são as características do combustível que nossos motores precisam para operar com o mínimo impacto no clima”, diz Oliver Blume, CEO da Porsche.



Os e-combustíveis podem substituir os combustíveis fósseis nas indústrias, carros, navios e aviões, sem a necessidade de modificações, reduzindo as emissões de gases de efeito estufa em até 90% em comparação com os combustíveis fósseis.



O projeto Haru Oni ​​ tem potencial para produzir cerca de 13% do hidrogênio verde do mundo, graças ao potencial eólico da região de Magallanes. Mais do que uma solução para ajudar a descarbonizar o planeta, trata-se de uma nova oportunidade para a criação de um novo amanhã para as futuras gerações.



Nenhum comentário: