Plantão

Compre no AMAZON, o Site mais seguro mundo!

Os Melhores Preços no AMAZON

13 setembro 2021

Protestos contra Bolsonaro fracassam e MBL vira piada na internet



Após o fracasso dos protestos contra o presidente Jair Bolsonaro, neste domingo (12), os movimentos de esquerda que convocaram para o ato viraram piada na internet. Principal articulador dos protestos, o Movimento Brasil Livre (MBL) contou com o apoio dos movimentos Vem Pra Rua (VPR), Livres e Acredito, além dos partidos de esquerda PSOL, PDT, Novo e Rede. Também foram registrados pequenos grupos de militantes do PCO com faixas de "Fora, Bolsonaro".

De acordo com a Folha, o MBL encontrou resistência no PT, que guarda mágoas do grupo e teria se incomodado com o mote "nem Bolsonaro nem Lula", atenuado posteriormente, na divulgação dos novos atos.

Imagens da Avenida Paulista, em São Paulo, mostram um pequeno número de pessoas exibindo cartazes contra o Presidente e vagando pela rua sem qualquer dificuldade.

"Faltou combinar com o povo", disse um perfil no Instagram ao registrar o movimento na Paulista, no meio da tarde de hoje (12).

O vídeo recebeu diversos comentários fazendo piada com o fracasso do protesto. "Manifestação EAD", "manifestação com distanciamento e fique em casa", "era uma manifestação muito engraçada, não tinha gente, não tinha nada", foram alguns dos comentários mais curtidos na postagem. 

 

Imagens aéreas da Paulista deixaram ainda mais claro a pouca adesão ao ato. "Paulista nesse momento. Meu Deus, que vergonha alheia. Adorooo.", escreveu Bárbara do canal Te Atualizei.

 

Pela manhã, os manifestantes estiveram em seis capitais. Em todas, segundo o Estadão, o movimento teve baixa adesão. "Dez horas da manhã. Vou tentar passar na manifestação 'Fora, Bolsonaro'. Não sei se eu consigo porque tem muita gente", diz um carioca ao gravar a pequena manifestação enquanto fazia cooper na orla do Rio de Janeiro.

 

  

Imagem aéreas mostram a manifestação tímida realizada pela esquerda em um dos pontos de concentração no Rio de Janeiro.

 

 

"A manifestação do MBL [...] na praia de Copacabana conseguiu um fato inédito: que a praia ficasse mais vazia do que em um domingo qualquer de sol", escreveu no Twitter, a deputada Bia Kicis.

 

 

Em fotos publicadas no perfil ofical do MBL é possível perceber a baixa adesão ao atos contra o presidente no Rio de Janeiro. Em Belo Horizonte (MG), o movimento contou com o apoio do partido Novo, PDT e PC do B. A manifestação repetiu o fracasso das outras capitais e também registrou baixíssima adesão como comprovado em foto divulgação do próprio MBL.

 

 

 

 

 



Fonte: Brasil sem medo

Nenhum comentário: