Plantão

Compre no AMAZON

Os Melhores Preços no AMAZON

11 maio 2021

Vacina da Pfizer é aprovada para adolescentes de 12 a 15 anos









A Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos, autorizou na segunda-feira (10) o uso da vacina contra a Covid-19 do conglomerado Pfizer-BioNTech em adolescentes de 12 a 15 anos. A decisão, amparada em estudo clínico de 2.260 indivíduos nessa faixa etária, é considerada um passo decisivo no processo de retorno da normalidade no país.

No entanto, a autorização da agência não significa o início automático da imunização nessa população adolescente. Para que isso ocorra, é indispensável a liberação da medida pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), instância responsável pela saúde pública nos EUA.

Se o CDC aprovar a utilização da vacina nesse grupo, a imunização poderá ter início imediato, respondendo a uma dúvida de dezenas de milhões de famílias americanas que tentam estabelecer rotinas para seus lares onde até o momento apenas os adultos e adolescentes a partir de 16 anos foram vacinados. Representa também a remoção do último obstáculo para a reabertura das escolas.

Como foi o estudo clínico dos adolescentes?

O estudo clínico realizado pela Pfizer-BioNTech com os adolescentes envolveu 2.260 participantes com idades entre 12 e 15 anos, que receberam duas doses da vacina ou um placebo, com três semanas de intervalo entre as aplicações. Entre o grupo que recebeu o placebo, ocorreram 18 casos de infecção sintomática por coronavírus. Nenhum caso ocorreu entre os adolescentes que receberam o imunizante.

Além da eficácia, a vacina também revelou um bom perfil de segurança, com efeitos colaterais (geralmente febres) ocorrendo em 20% da população inoculada, valor compatível com a faixa etária de 16 a 25 anos, segundo o vice-presidente sênior da Pfizer, o pediatra Bill Gruber, que destaca ainda a resposta imunológica além do esperado.

Mais dois estudos estão sendo conduzidos pela Pfizer: um com crianças entre 5 e 11 anos de idade, e outro na faixa de 2 a 5 anos. Ainda não há resultados para esses ensaios.



The New York Time

Nenhum comentário: