Últimas Notícias

PF busca suspeito de fraudar auxílio e de ameaçar presidente da Caixa

Suspeito de fraudes mora em Minas Gerais

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quarta-feira (2) a Operação Falso Samaritano, com o objetivo de apurar os crimes de estelionato para o recebimento do auxílio emergencial, além de ameaça e divulgação de informações pessoais do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães.

PF monta força-tarefa para apurar fraudes em auxílio emergencial

Durante as investigações foi identificado que um suspeito, que mora em Minas Gerais, utilizava dados das vítimas para se cadastrar nos aplicativos do auxílio emergencial, dado pelo governo federal durante a pandemia de covid-19 A pessoa, procurada pela polícia nesta quarta, sacou os valores.

TCM: Mais de 3 mil servidores de SP receberam auxílio de R$ 600

O investigado também teria ameaçado e divulgado dados pessoais do presidente da Caixa e de seus familiares, após Pedro Guimarães ter alertado a população sobre os golpes que estavam ocorrendo em todo o país.


R7

Comente aqui com o Facebook: