Últimas Notícias

Furacão Laura: Tempestade de categoria 4 chega aos EUA com ameaça com ventos de até 240 km/h

O furacão Laura, que alcançou a categoria 4 na escala Saffir-Simpson na quarta-feira, atingiu a costa sudeste dos Estados Unidos na manhã desta quinta-feira (27), em meio a alertas de "tempestade catastrófica, ventos extremos e inundações".


O Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC, na sigla em inglês) informou que o olho do furacão tocou o continente no distrito de Cameron, no Estado da Louisiana, à 1h da manhã (hora local), e pediu à população que se protegesse.

Laura viaja a uma velocidade de 24 km/h, com ventos de até 240 km/h. Estima-se que pode ser um dos furacões mais poderosos a atingir a região.

"O olho de Laura está projetado para atravessar o noroeste da Louisiana durante esta quinta-feira e o Arkansas à noite, e viajar através do Vale do Mississippi na sexta-feira", informou o NHC.

Mais de 385 mil pessoas receberam ordem de evacuação nas cidades de Beaumont, Galveston e Port Arthur, no Texas; e outras 200 mil em Calcasieu Parish, no sudoeste da Louisiana.

 Moradores se preparam para chegada de Laura

Moradores se preparam para chegada de Laura

Reuters

Indústria de petróleo

Port Arthur abriga a maior refinaria de petróleo dos Estados Unidos.

Além disso, trabalhadores de pelo menos 281 plataformas de petróleo no Golfo do México foram evacuados.

O NHC alertou para subida do nível do mar e a entrada de água na terra em particular ao longo da costa onde Laura tocar o continente; e que também se produzirão "ondas grandes e destrutivas", segundo diz a agência de notícias EFE.

Autoridades ordenaram evacuação de mais de meio milhão de pessoas

Autoridades ordenaram evacuação de mais de meio milhão de pessoas

NOAA

No início da semana, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, emitiu uma declaração de emergência para o Texas e a Louisiana. Neste último Estado, a tempestade tropical Marco atingiu o continente no início da semana sem causar grandes danos.

 Laura atingiu Cuba, mas ninguém morreu

Laura atingiu Cuba, mas ninguém morreu

Reuters

A passagem de Laura como tempestade tropical pela República Dominicana e pelo Haiti no último fim de semana deixou pelo menos 13 mortos, além de inundações e inúmeros danos.

Em Cuba, a tempestade cruzou rapidamente o leste da província de Pinar del Río, a oeste de Artemisa e Havana, onde foram registrados danos, mas nenhuma morte.


Comente aqui com o Facebook: