Últimas Notícias

sexta-feira, 24 de julho de 2020

MP mira em Márcia Lucena e também denuncia Ricardo Coutinho pela 8ª vez

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) encaminhou a oitava denúncia contra o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) ao desembargador Ricardo Vital, relator das ações decorrentes da Operação Calvário. 
Mas, a personagem principal da denúncia é a prefeita de Conde, na Grande João Pessoa, Márcia Lucena (PSB).

Na denúncia, o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) afirma que a prefeita Márcia Lucena teria “copiado” o esquema empreendido pela Organização Criminosa no Governo do Estado e recebido dinheiro da Cruz Vermelha Brasileira em 2016, através de propina. No texto, os promotores afirmam que “o objetivo era gerenciar as atividades inerentes à prestação do serviço público de saúde”.

A denúncia encaminhada nesta quinta-feira (23) pede o afastamento da prefeita Márcia Lucena, a perda do mandato, além da devolução sugerida pelo Ministério Público de R$ 364 mil, que teriam sido recebidos através de propinas.

Já o ex-governador Ricardo Coutinho é acusando de comandar um esquema criminoso que, através de Organizações, a exemplo da Cruz Vermelha, desvio mais de R$ 134 milhões de recursos da áreas de saúde e educação da Paraíba. A Operação Calvário foi deflagrada em dezembro de 2018.

Também foram denunciados a ex-secretária de Administração Livânia Farias (delatora), o ex-assessor Leandro Nunes (delator), Daniel Gomes, operador da Cruz Vermelha na Paraíba, e José do Nascimento Lira Neto.

A prefeita Márcia Lucena rejeitou as ligações do Portal Correio; a defesa do ex-governador disse que não teve acesso à denúncia; os demais citados não foram localizados para comentar as novas acusações.

Comente aqui com o Facebook: