Últimas Notícias

Globo alerta: não pagará clubes. Fla avisa: não tem medo de ameaça

"O Flamengo não irá tolerar qualquer tipo de ameaça ou coação ao exercício de qualquer direito legítimo que lhe é garantido pelo ordenamento jurídico.
"Devendo a Globo se abster de impedir que esta entidade desportiva negocie as transmissões dos seus jogos, na qualidade de mandante."

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo

"É preciso ter bem claro que, a prevalecer a manobra do Flamengo, em frontal violação aos contratos já celebrados, a autora reavaliará a conveniência de manutenção dos contratos já celebrados e a possibilidade de interrupção de todos os pagamentos ainda pendentes de acordo com esses contratos, em prejuízo de todas as partes envolvidas."

Trecho  da liminar do Flamengo, ameaçando os outros clubes que, se o Flamengo usar a Medida Provisória 948 para transmitir seus jogos como mandante, a Globo poderá deixar de pagar os contratos no Carioca, na Copa do Brasil, no Brasileiro. 

"Nem o Flamengo, nem o presidente da república tem o direito de colocar o futebol brasileiro no meio de uma disputa entre o governo e a Globo. O futebol não pode ser chamado para essa fogueira."

Presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, à Rádio Gaúcha já preocupado com a ameaça da Globo de não pagar os  clubes no Brasileiro e na Copa do Brasil.

"O Vasco não concorda, de forma alguma, em ser penalizado por ação de terceiros. A Rede Globo assumiu fazer um contrato pelos direitos de transmissão do Campeonato Carioca sem que o Flamengo estivesse envolvido no mesmo, assumindo o risco de tratar este clube de forma diferente."

Posição oficial do Vasco, dada ao site UOL.

A Globo decidiu usar todas as armas para obrigar o Flamengo a recuar. E desprezar a poderosa arma que o presidente Bolsonaro entregou. A MP 948 que dá ao clube mandante o direito de transmitir e vender os direitos de seus jogos. Ainda mais não tendo contrato com a Globo, como é no caso do Carioca.

Como o blog antecipou, a emissora entrou na justiça com uma liminar, exigindo tutela antecipada dos jogos do Flamengo no Carioca. Não quer, de maneira alguma, que o clube transmita sua partida dia 1º contra o Boavista.

Para isso, ameaça não pagar a última parcela do Campeonato Carioca, que deve aos clubes com quem tem contrato.

E também deixar de pagar as parcelas do Brasileiro e da Copa do Brasil, atingindo equipes de outros estados.

A Globo já pagava 25% a menos pelo  Carioca, pelo Flamengo não ter assinado contrato. Os clubes deveriam dividir R$ 127 milhões. Dividem R$ 95 milhões. Desconto dolorido de 25%, que já foi visto como uma maneira  de pressionar o clube rubro nebro, que não cedeu.

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, jurou a seus membros de diretoria. A FlaTV vai transmitir o jogo contra o Boavista.

Alega que o clube tem a "Constituição Brasileira ao lado do clube"; 

E garante.

"Acabou o medo da emissora..."



Por COSME RÍMOLI do R7

Comente aqui com o Facebook: