Últimas Notícias

Sistema Único de Assistência Social ganha reforço de R$ 1,3 bi, diz Onyx

Onyx Lorenzoni, ministro da Cidadania, anunciou um incremento de R$ 1,3 bilhão ao SUAS (Sistema Único de Assistência Social), que no dia 16 de abril já havia sido foi contemplado com MP (Medida Provisória) que prevê um reforço de R$ 2,55 bilhões nas ações destinadas as pessoas em situação de vulnerabilidade.

A medida foi anunciada durante coletiva de imprensa, nesta quinta-feira (7), e faz parte do conjunto de ações do governo federal contra os efeitos sociais e econômicos da pandemia de covid-19.

Segundo o ministro, o projeto tem por objetivo a compra de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) de agentes, compra de alimentação para as instituições de assistência, de idosos e centros de acolhimento para menores, e, também, ampliação da oferta de vagas as pessoas em situação de rua. 

"Até agora, 1.686 municípios, dos 5.570 municípios brasileiros, estão habilitados para receber esses recursos. São R$ 159 milhões, que estão sendo transferidos a partir de hoje. Eles estão inseridos no sistema de duas parcelas, ou seja, recebe um primeiro volume, que permite o atendimento dos primeiros três meses, e depois uma segunda parcela, que será no mês que vem, para atender os próximos três meses", explicou. 

Em relação as ações específicas à população de rua, Onyx Lorenzoni afirmou que foi criado um protocolo que estabelece uma série de procedimentos aos assistentes sociais de todo o mundo, com a intenção de garantir o "conforto" e a "saúde" deles durante a pandemia no Brasil. 

"Especificamente para as populações em situação de rua, nós temos ações de prevenção; suporte ao serviço de acolhimento; atenção primária à saúde; serviços especializados e cuidado hospitalar; e transição de cuidado (após a alta hospitalar", completou.



R7

Comente aqui com o Facebook: