Últimas Notícias

Temer diz que votou em Bolsonaro porque recebia muitas críticas de Fernando Haddad

O ex-presidente da República, Michel Temer, disse em entrevista ao jornal Estado de São Paulo, que o governo de Jair Bolsonaro vai bem por que dá sequência ao que ele fez anteriormente.
Temer comentou ainda que Bolsonaro o visitou após vencer as eleições e pediu conselhos. “Eu disse que não daria conselhos para quem foi eleito com quase 60 milhões de votos, mas disse que daria palpites. Disse que a relação com China é importantíssima. Não podemos ser unilateralistas. E verifiquei que, tempos depois, ele foi à China”, declarou.

Ainda sobre as últimas eleições, Michel Temer disse que acabou votando em Jair Bolsonaro porque recebia muitas críticas de Fernando Haddad, que também concorria à presidência. “Votei em quem não falou mal do meu governo”, afirmou.
Questionado sobre sua recente prisão, o ex-presidente diz que não foi uma detenção, mas um “sequestro”:
“O juiz recebeu e determinou o sequestro. Se viesse alguém na minha casa ou escritório e dissesse que tinha um mandado de prisão, eu ficaria surpreendido mas ia acompanhar. O que fizeram? Primeiro avisaram a imprensa. Eles esperaram eu seguir três ou quatro quadras para depois fazer o espetáculo. Abriram a porta com metralhadora, bazuca, lança-chamas. Me preocupei com o Brasil”, concluiu.
Terça livre

Comente aqui com o Facebook: