Últimas Notícias

Secretaria de Saúde da PB classifica greve de médicos de “covarde” e aciona Justiça

A Secretaria de Estado da Saúde emitiu na tarde deste sábado uma nota à imprensa a respeito da greve dos neurocirurgiões, cirurgiões vasculares e torácicos iniciada às 7 h de hoje. Os médicos reclamam do atraso no pagamento de novembro e dezembro que não foi repassado a eles pelo Instituto Acqua, ao passo que o Governo do Estado garantiu ter feito um pagamento de R$ 10,2 milhões à organização social na quinta-feira.


No texto emitido pela SES, a cooperativa médica Neurovasc, que representa as três categorias, é chamada de covarde. O setor jurídico da Secretaria foi acionado para representar contra a cooperativa. Confira a nota:

“A Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba vem atuando de maneira intensa e comprovadamente positiva no sentido de manter o amplo atendimento no Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, a despeito da atitude covarde da cooperativa médica que entrou em greve de maneira intransigente, imediatamente após reunião com o Secretário de Saúde onde restou assegurada contratação da mesma para continuidade na prestação dos serviços após encerramento do vínculo contratual com a Organização Social ACQUA e assunção da gestão hospitalar de forma direta pelo Estado.

O setor jurídico da Secretaria de Estado da Saúde encontra-se, inclusive, analisando todas as eventuais medidas e providências cabíveis para responsabilização da referida cooperativa, em sede de Poder Judiciário, Ministérios Públicos, Conselho Administrativo de Defesa Econômica, entre outros.”


PBhoje

Comente aqui com o Facebook: