Últimas Notícias

domingo, 1 de setembro de 2019

Polícia encontra galões com combustível utilizado para queimadas no Pará

A Polícia Civil do Pará apreendeu, em São Félix do Xingu, sul do Pará, dezenas de galões de gasolina que eram usados para queimadas.

O material foi encontrado na fazenda Ouro Verde, que fica na região da Área de Proteção Ambiental Triunfo do Xingu.

O delegado da Polícia Civil, Alberone Lobato, que coordena a ação policial, informou que já foram ouvidos funcionários da fazenda, que confirmaram que o objetivo do uso do combustível era provocar o incêndio criminoso na floresta.


Ainda segundo as informações da polícia, o cumprimento do mandado de busca e apreensão ocorreu por volta das 19 horas, depois de sete horas de viagem por 190 quilômetros de “estrada de chão”.

As investigações apontam que Geraldo Daniel de Oliveira é o suspeito de ter contratado mais de 50 homens para derrubar 20 mil hectares na área de Proteção Ambiental Trunfo do Xingu.

Ele está com mandado de prisão decretado pela Justiça e permanece foragido. Ao todo, o grupo já derrubou e tocou fogo em mais de 5 mil hectares de área desmatada na fazenda.

Os galões encontrados eram de diversos tamanhos, a maioria, com capacidade para armazenar até 200 litros de combustível.

Além dos galões, foram encontrados gêneros alimentícios que eram fornecidos aos trabalhadores da fazenda encarregados em fazer as queimadas. Segundo o delegado, os trabalhadores relataram ainda que os galões, aos poucos, eram levados para o interior da mata para provocar a queimada.

Durante o cumprimento da busca e apreensão, no retiro da fazenda, a equipe de policiais encontrou dois funcionários de posse de um tambor com gasolina e galões de óleo diesel. O material também foi apreendido.

“Vamos permanecer na fazenda para ouvir todos os funcionários”, ressaltou o delegado. Um engenheiro ambiental de Belém ficou de ser acionado para realizar a perícia ambiental, como forma de materializar as provas do crime para encaminhar ao Ministério Público de São Félix do Xingu.

Polícia do Pará identificou suspeitos de provocar queimadas na Amazônia

Conforme noticiado pelo Terça Livre, a Polícia Civil do Pará identificou três suspeitos de provocar queimadas em área de floresta nativa no sudeste do estado.

Ainda nesta quinta-feira, policiais cumpriram mandados de busca e apreensão na casa dos suspeitos. Dois são irmãos e proprietários da fazenda Ouro Verde, em São Félix do Xingu, e o terceiro é gerente da propriedade.


 informações da Polícia Civil

Comente aqui com o Facebook: