Últimas Notícias

Veja as Manchetes!

domingo, 14 de julho de 2019

Segue sem previsão de alta criança torturada pela mãe, na Paraíba

A criança torturada e acorrentada pela própria mãe, no município de Boqueirão, na Paraíba, segue internada no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande e sem previsão de alta. A informação foi divulgada na tarde deste sábado (13), pela assessoria de comunicação da unidade hospitalar, por meio de um boletim médico.

O menor apresentou melhora no quadro de anemia, mas ainda está sendo medicado com antibióticos por conta das várias lesões pelo corpo.

VEJA O BOLETIM



Entenda o caso

A criança de 11 anos deu entrada no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, em estado de desnutrição e com ferimentos na quarta-feira (10), à noite. De acordo com a Polícia Civil, a criança estaria sofrendo maus-tratos praticados pela mãe, em Boqueirão, Cariri da Paraíba. O padrasto da criança também está sendo investigado

Segundo o delegado Iasley Almeida, responsável pelo caso, o Conselho Tutelar informou ter recebido denúncias de que havia uma criança em estado de desnutrição e com ferimentos, devido a maus-tratos praticados pela própria mãe, como queimaduras com vela e acorrentada pelos pés. Os maus tratos foram descobertos por professores da escola em que ele escuta.

Segundo informações repassadas pelo Trauma de Campina Grande, o menino tem um ferimento tão grave na cabeça que vai precisar passar por uma cirurgia plástica para reconstituir o tecido lesionado. O diretor-técnico do hospital Gilney Porto, explicou que é preciso primeiro esperar a cicatrização dos ferimentos.


PB Agora

Comente aqui com o Facebook: